BBVA e Sabadell rompem negociações de fusão

  • ECO
  • 27 Novembro 2020

BBVA e a Sabadell romperam a fusão devido à falta de entendimento a nível económico. Banco espanhol disse que proposta não avaliava devidamente os seus ativos.

Depois de duas semanas de negociações, o BBVA e a Sabadell romperam o processo de fusão das duas instituições devido à falta de entendimento a nível económico,avançou o jornal espanhol Expansión (acesso livre, conteúdo em espanhol).

A falta de entendimento foi acelerado pela incapacidade de se chegar a um consenso sobre “a eventual equação de troca de ações”, disse a Sabadell em comunicado à CNVM. Por outro lado, fontes próximas do BBVA sublinharam que foi a falta de acordo em termos económicos que impediu a fusão de avançar. As mesmas fontes têm excluído que as divergências sobre a governação empresarial e a partilha de poder no novo grupo têm sido o gatilho para a desagregação.

O BBVA e a Sabadell esperavam inicialmente chegar a acordo antes do Natal, mas as conversações tornaram-se tensas nos últimos dias devido à falta de acordo sobre os termos da operação que iria dar origem a um gigante bancário em Espanha com quase 600 mil milhões de euros em ativos.

Segundo os analistas, a fusão teria gerado uma poupança de custos de cerca de 700 milhões de euros por ano e um lucro contabilístico de pelo menos sete mil milhões de euros. Após a saída dos EUA, a fusão teria permitido ao BBVA reequilibrar os seus negócios em direção a mercados maduros e limitar a sua dependência dos mercados emergentes. No que respeita a este assunto, após a rutura com a Sabadell se ter tornado oficial, o BBVA indicou que está confortável com a sua presença na Turquia, arrefecendo a especulação sobre o aumento da sua participação na Garanti, onde agora controla quase 50% do capital.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BBVA e Sabadell rompem negociações de fusão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião