Comunicações em Portugal são 21% mais caras do que a média europeia

Preços das comunicações em Portugal são 21,4% mais elevados do que na União Europeia e a diferença subiu seis pontos percentuais em 2019 face a 2018, mostram os dados do Eurostat.

Portugal é o oitavo país da União Europeia em que os preços das comunicações são mais elevados. Em média, as ofertas de de comunicações portuguesas são 21,4% mais caras do que a média dos 27 Estados-membros, mostra uma análise do Eurostat.

Os dados do gabinete oficial de estatística da União Europeia referem-se a 2019 e mostram que a diferença se acentuou ainda mais face ao que se verificava em 2018. Sem contar com o Reino Unido, nesse ano, Portugal tinha comunicações 15,4% mais caras do que a média dos 27. Ou seja, verificou-se um agravamento de seis pontos percentuais de ano para ano.

Portugal é o oitavo país com comunicações mais caras

Fonte: Eurostat

Estes dados incluem os preços dos equipamentos de telefone e fax, o fornecimento de acessos à internet, serviços de telefone móvel e de telefone fixo, pacotes de telecomunicações e, também, os preços do correio. Bélgica é o país com as comunicações mais caras (76% acima da média europeia) e a Roménia é o país onde as comunicações ficam mais baratas (62% abaixo da média).

A publicação destes dados oficiais promete servir de ignição para o debate em torno dos preços das telecomunicações em Portugal. Por norma, esta informação é usada pela Anacom, o regulador setorial, para indicar que os preços das telecomunicações no país estão a subir e são mais altos do que a média europeia. Mas os números são recusados pelas operadoras, que consideram que os dados do Eurostat não fornecem uma imagem factual, argumentando que comparam ofertas e mercados que não são comparáveis.

Os dados do Eurostat são ajustados à paridade de poder de compra. Segundo o gabinete de estatísticas da União Europeia, “em 2019, os preços das comunicações na União Europeia foram cerca de cinco vezes mais elevados no Estado-membro mais caro comparativamente com o mais barato”. Depois da Bélgica, Grécia, Irlanda, Luxemburgo e Suécia foram os países com as comunicações mais caras. A seguir à Roménia, Polónia, Lituânia e Bulgária foram os países com as comunicações mais baratas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Comunicações em Portugal são 21% mais caras do que a média europeia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião