Linha de apoio ao Brexit só chegou a sete empresas

  • ECO
  • 31 Dezembro 2020

Linha de apoio às empresas afetadas pelo Brexit tinha dotação de 50 milhões de euros, mas só foram aprovadas sete candidaturas no valor de quatro milhões de euros.

A linha de apoio às empresas afetadas pelo divórcio do Reino Unido da União Europeia chegou ao fim com apenas sete candidaturas aprovadas, no valor total de quatro milhões de euros. Isto quando a linha tinha como dotação total 50 milhões de euros, avança esta quinta-feira o Público (acesso condicionado).

Segundo explicou ao jornal fonte do Ministério da Economia, este apoio foi criado “no âmbito da Linha de Crédito Capitalizar 2018”, que se encontra suspensa para novas candidaturas por ter sido ultrapassada a sua dotação global. Ou seja, uma vez que a adesão à linha do Brexit foi fraca, a verba foi canalizado para ajudar as empresas a enfrenta o impacto da pandemia, o que levou ao fim do apoio em causa.

Falta perceber agora se o Executivo de António Costa vai criar um apoio semelhante para a nova fase do Brexit, uma vez que já está definido o acordo de saída do Reino Unido da União Europeia. Anteriormente, o Ministério da Economia afirmou que poderia ser disponibilizado um novo incentivo “assim que ficarem definidas as condições de saída do Reino Unido da UE e se se revelar necessário”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Linha de apoio ao Brexit só chegou a sete empresas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião