CGD vai vender Águas de Portugal ao Estado

  • ECO
  • 13 Janeiro 2021

A Parpública, que detém 81% do capital da Águas de Portugal, vai comprar os restantes 19% do capital à Caixa Geral de Depósitos, mas não se conhece o valor da operação.

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) está a preparar a venda da Águas de Portugal à Parpública, que já detém 81% do capital da empresa, ficando assim com a totalidade da holding que gere o sistema de águas, revela o Jornal de Negócios (acesso pago) esta quarta-feira.

A operação já foi autorizada pelo Governo, mas não se conhece o valor do negócio. Segundo o jornal, a CGD quantificava a sua posição de 19% no capital da Águas de Portugal em 171,3 milhões de euros no final de 2017, o que significaria uma avaliação global de cerca de 900 milhões de euros. A Parpública avalia a sua participação de 81% em 540 milhões de euros.

Fonte oficial do Ministério das Finanças garantiu que “não está ainda definida a data de realização da operação”. A autorização para a operação foi dada no ano passado ainda com Mário Centeno como ministro das Finanças.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CGD vai vender Águas de Portugal ao Estado

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião