Aulas regressam a 8 de fevereiro, mas à distância

O Governo anunciou que a suspensão das aulas mantém-se até dia 5 de fevereiro, sendo que a partir de 8 de fevereiro passará a vigorar o ensino de à distância.

Tal como previsto, as escolas vão continuar encerradas até 5 de fevereiro, sendo que a partir de 8 de fevereiro passará a vigorar o ensino de à distância, anunciou o Governo, após o Conselho de Ministros.

A suspensão das atividades letivas mantêm-se até dia 5 fevereiro”, anunciou a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, acrescentando que “no próximo dia 8 de fevereiro inicia-se um período de atividades letivas não essenciais”, isto é ensino à distância.

Neste contexto, o ministro da Educação explica que para o ensino à distância aplicar-se-ão as medidas que foram aprovadas em “Conselho de Ministros e aplicadas às escolas em junho de 2020” e que serão mantidos os apoios sociais que estão em curso. “Por um lado, os apoios terapêuticos e as medidas adicionadas destinadas aos alunos com necessidades educativas especiais”, referiu Tiago Brandão Rodrigues, acrescentando ainda que vão mater-se as refeições a alunos carenciados. De sublinhar que os estabelecimentos de ensino vão continuar abertos, para os filhos dos trabalhadores dos serviços essenciais.

Quanto à polémica dos últimos dias relativamente ao ensino à distância, o ministro reiterou que “ninguém proibiu interação com os alunos”, e que nada “impede que depois exista a compensação presencial, mas não sabemos necessariamente se irá acontecer ou não”. Nesse sentido, o governante garante que o Executivo está “melhor preparado do que no ano passado” para o ensino à distância, referindo que “há bem mais computadores do que no início do ano “.

Relativamente às férias de Carnaval, agendadas para 15 a 17 de fevereiro, o ministro da Educação indicou que “serão dias de atividade letiva“, ainda não havendo uma decisão final sobre se será presencial ou online. “Gostaríamos de abrir o mais cedo possível mas com segurança”, disse. Ao mesmo tempo, na Páscoa, pelo menos nos dias 25 e 26 de março serão dias de atividade letiva.

Quanto aos exames e provas de aferição, o ministro da Educação disse que ainda não há datas fechadas, sublinhado que é necessário avaliar a evolução da pandemia, para não haver “avanços e recuos”.

(Notícia atualizada)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Aulas regressam a 8 de fevereiro, mas à distância

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião