Vacina russa Sputnik V tem eficácia de 91,6%

Resultados mostram uma forte proteção em todos os grupos etários que participaram nos ensaios clínicos. A imunidade necessária iniciou-se no 18º dia após a primeira dose.

A vacina russa Sputnik V tem uma eficácia de 91,6% contra a Covid-19 a partir de 21 dias da toma, segundo os resultados da terceira fase dos ensaios clínicos publicados na revista científica The Lancet. Segundo o estudo, os resultados mostraram uma forte proteção em todos os grupos etários que participaram nos ensaios clínicos.

O relatório intercalar mostra os resultados da fase 3 dos ensaios em mais de 20 mil voluntários, com 18 ou mais anos, eram “cerca de 60% homens e quase todos brancos” e cerca de 25% tinha comorbidades associadas. Destes, 75% receberam a vacina. Entre os mais de 14 mil que tomaram a vacina, 16 desenvolveram a infeção pelo novo coronavírus após o 21º dia. Já no grupo placebo, o valor foi de 62 entre 4.902 indivíduos. Segundo o estudo a imunidade necessária iniciou-se no 18º dia após a primeira dose.

Entre os voluntários ocorreram três óbitos em pessoas que tinham graves patologias associadas, não sendo os mesmos relacionados com a toma da vacina. Em conclusão, “não foram registados quaisquer acontecimentos adversos graves considerados relacionados com a vacina”.

A vacina desenvolvida na Rússia deverá conseguir ser armazenada a temperaturas à volta dos 18 graus negativos. Assim, será mais fácil de armazenar do que a da Pfizer/BioNTech, que tem de ser armazenada em áreas com cerca de 70 graus negativos. No entanto, como indica o estudo, o tipo de vacina requer a toma de grandes doses, o que poderá ser um desafio para a sua produção e exportação a nível mundial.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Vacina russa Sputnik V tem eficácia de 91,6%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião