Iberdrola planeia parque eólico flutuante offshore com 1.000 milhões de euros de investimento

  • Lusa
  • 16 Fevereiro 2021

Projeto está alinhado com os pilares do Plano de Recuperação, Transformação e Resiliência de Espanha e poderá entrar em funcionamento em 2026.

A Iberdrola planeia investir mais de 1.000 milhões de euros na construção do seu primeiro parque eólico offshore flutuante à escala industrial na costa espanhola, 300 megawatts (MW), disse esta terça-feira a empresa num comunicado.

O projeto foi apresentado ao programa Next Generation EU e está alinhado com os pilares do Plano de Recuperação, Transformação e Resiliência do Governo espanhol.

O estudo, conceção e engenharia poderá começar este ano e entrar em funcionamento em 2026.

A empresa prevê que o projeto, com a participação de 66 empresas e centros tecnológicos espanhóis, incluindo 52 PME, gere mais de 2.800 empregos por ano. Antes do início da sua construção, no cenário 2021-2022, poderá gerar entre 1.000 e 2.000 empregos.

A atividade poderá envolver, de acordo com as estimativas da empresa, nove comunidades autónomas.

O parque eólico flutuante offshore seria a ponta de lança para o desenvolvimento de até 2.000 megawatts (MW) de vento flutuante offshore que a empresa identificou e poderia ser levantado na costa galega, na Andaluzia ou nas Ilhas Canárias, informou a Iberdrola.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Iberdrola planeia parque eólico flutuante offshore com 1.000 milhões de euros de investimento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião