Pandemia “está longe do fim”, diz Marcelo. Mas há “esperança e confiança no futuro”

Presidente da República defende que é necessário retirar lições da pandemia, tanto do que correu bem como mal.

O Presidente da República admitiu que o processo que o país atravessa no combate à pandemia “está longe do fim”. Ainda assim, Marcelo Rebelo de Sousa deixa uma mensagem de “esperança e confiança no futuro”, nomeadamente através da aprendizagem com tudo o que se passou, tanto o que correu bem como mal.

Marcelo escolheu quatro palavras para a pandemia: memória, gratidão, mobilização e aprender (a lição), numa emissão especial transmitida pelos principais títulos do Global Media Group. Presidente defende que não podemos “esquecer o que se passou e viveu este ano”, estando gratos pelo comportamento dos portugueses e particularmente dos profissionais de saúde.

Por outro lado, aponta que estamos e “vamos ficar mobilizados, porque processo está longe do fim“. Sublinha ainda assim que “aquilo que vivemos é mais longo do que esperamos viver”.

O chefe de Estado alerta ainda que é necessário “aprender a lição do que correu bem na coragem, solidariedade, persistência dos portugueses”, nomeadamente no confinamento. Para além disso, há também lições a retirar do que correu “menos bem e ficou aquém das expectativas”, tanto por questões fora do controlo que não eram possíveis de prever, mas também por outras com “alguma responsabilidade”, porque era possível prever.

Durante este período “houve unidade nacional e continua em larga medida o essencial”, que deve também “continuar”, sinalizou. Marcelo termina com uma “mensagem de esperança e confiança no futuro” do país.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pandemia “está longe do fim”, diz Marcelo. Mas há “esperança e confiança no futuro”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião