Cientista Elvira Fortunato vence Prémio Pessoa 2020

  • Lusa
  • 11 Março 2021

O júri presidido por Francisco Pinto Balsemão anunciou esta quinta-feira, por via de transmissão 'online', que a investigadora foi a vencedora da mais recente edição deste prémio.

A investigadora Elvira Fortunato venceu o Prémio Pessoa 2020, anunciou esta quinta-feira o júri, numa transmissão ‘online’.

O Prémio Pessoa é uma iniciativa do semanário Expresso e da Caixa Geral de Depósitos, e visa “representar uma nova atitude, um novo gesto, no reconhecimento contemporâneo das intervenções culturais e científicas produzidas por portugueses”.

O júri deste ano foi composto por é composto por Francisco Pinto Balsemão (presidente), Emídio Rui Vilar (vice-presidente), Ana Pinho, António Barreto, Clara Ferreira Alves, Diogo Lucena, Eduardo Souto de Moura, José Luís Porfírio, Maria Manuel Mota, Pedro Norton, Rui Magalhães Baião, Rui Vieira Nery e Viriato Soromenho-Marques.

O anúncio do Prémio Pessoa 2020 deveria ter acontecido em dezembro, mas foi adiado para esta quinta-feira, por causa da pandemia de Covid-19.

Presidente da República felicita Elvira Fortunato pelo Prémio Pessoa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, felicitou esta quinta-feira a cientista Elvira Fortunato, vencedora do Prémio Pessoa 2020, considerando que é “um reconhecimento merecido”.

“O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa congratula calorosamente a professora doutora Elvira Fortunato pelo Prémio Pessoa 2020, um reconhecimento merecido pela importância do seu trabalho na área da eletrónica flexível, com grande impacto na indústria mundial e que demonstra uma preocupação ambiental pelo uso de materiais ecossustentáveis, recicláveis e de baixo custo”, lê-se numa nota publicada no sítio oficial da Presidência da República na Internet.

Nesta mensagem, o chefe de Estado elogia Elvira Fortunato pela sua “excelência a nível científico e de inovação” e destaca os “inúmeros prémios e distinções a nível internacional” atribuídos à cientista portuguesa, “pioneira na área de eletrónica flexível, em particular nos transístores de papel”.

“Em 2015 foi nomeada presidente da comissão organizadora das comemorações do Dia de Portugal, Camões e das Comunidades Portuguesas, e é desde junho de 2016, por nomeação do Presidente da República, membro do Conselho das Ordens Nacionais portuguesas. Foi-lhe atribuído o grau de grande-oficial da Ordem do Infante D. Henrique em 2010”, assinala-se na nota.

Elvira Fortunato, de 56 anos, foi distinguida com o Prémio Pessoa por “uma carreira de excecional projeção, dentro e fora do país” e pelo “contributo notável para o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação português”, afirmou Francisco Pinto Balsemão, que preside ao júri.

(Notícia atualizada às 14H50 com as felicitações do Presidente da Republica a Elvira Fortunato)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Cientista Elvira Fortunato vence Prémio Pessoa 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião