OMS considera não existirem razões para se suspender uso da vacina da AstraZeneca

Margaret Harris, porta-voz da OMS, refere que a vacina da AstraZeneca é "excelente" e que ainda não foi estabelecida uma relação causal entre o fármaco e os problemas de saúde relatados.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou ter neste momento uma equipa de peritos a analisar a vacina desenvolvida pela AstraZeneca contra a Covid-19, depois de vários países terem optado por interromper a sua distribuição. Ainda assim, a OMS considera que não existem razões para suspender a utilização da mesma.

Margaret Harris, porta-voz da OMS, revelou que ainda não foi identificado qualquer tipo de relação causal entre a administração da vacina e a formação de coágulos de sangue em algumas pessoas que receberam a mesma. Sustenta, assim, que esta é uma “excelente vacina”, relatando que a decisão de vários países de suspenderem preventivamente a sua utilização se trata apenas de uma “medida de precaução”.

É muito importante compreender que, sim, devemos continuar a utilizar a vacina AstraZeneca“, referiu a porta-voz, citada pela Reuters, sublinhando que uma investigação à vacina apenas será levada a cabo porque qualquer “indício” relacionado com a “segurança” da mesma “deve ser investigado” sempre. Se tal não acontecesse, era sinal de que não estava a existir uma “revisão e vigilância suficiente” das questões relacionadas com as vacinas, acrescentou.

Neste momento, o comité consultivo responsável pela investigação está a a rever os relatórios referentes à situação e as conclusões serão depois divulgadas, acrescenta ainda Margaret Harris, em afirmações proferidas esta sexta-feira.

Estas declarações foram feitas depois de diversos países, como é o caso da Áustria, Noruega, Itália e Islândia, terem anunciado a suspensão da administração de um lote da vacina da AstraZeneca, depois de algumas pessoas que tomaram o fármaco terem relatado problemas de formação de coágulos no sangue, com um desses indivíduos a não sobreviver aos sintomas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

OMS considera não existirem razões para se suspender uso da vacina da AstraZeneca

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião