“Coroa” da Netflix sob ameaça: Disney pode ser líder em 2024

A Walt Disney está a caminho de conquistar a liderança do streaming dentro de três anos, contabilizando os assinantes do Disney+, ESPN+ e Hulu. A estimativa foi avançada pelo The Guardian.

A Netflix demorou dez anos a alcançar os primeiros 100 milhões de subscritores. A plataforma concorrente Disney+ superou a mesma fasquia em 16 meses.

Os dois serviços surgiram em períodos muito diferentes, tendo a Netflix estado entre as plataformas pioneiras do streaming. E liderado o mercado. Mas a “coroa” da empresa liderada por Reed Hastings está agora sob ameaça.

Dados compilados pelo The Guardian mostram que a Walt Disney está a caminho de se afirmar como empresa líder no streaming de filmes e séries, ultrapassando a Netflix em 2024. A previsão não contempla apenas o Disney+, incluindo também os serviços ESPN+ e Hulu, detidos pela companhia.

No início deste mês, a Disney anunciou que a plataforma Disney+, lançada no final de 2019 e disponibilizada em 2020 em Portugal, ultrapassou a meta de 100 milhões de assinaturas. O crescimento tem sido alavancado pelo vasto catálogo de conteúdos detidos pela marca, incluindo originais como The Mandalorian.

A empresa tem vindo a rever as metas sucessivamente em alta e estima agora chegar aos 260 milhões de utilizadores dentro de três anos. Em dezembro, reforçou também o orçamento para investir em conteúdos, para 15 mil milhões de dólares.

Em contrapartida, o jornal britânico salienta que a Netflix tem já 203,7 milhões de subscritores a nível mundial e demorou quatro anos a somar os segundos 100 milhões.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Coroa” da Netflix sob ameaça: Disney pode ser líder em 2024

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião