Francês Claude Berda vai investir até quatro milhões no Museu Judaico de Lisboa

O milionário francês, dono da Herdade da Comporta, vai investir dois milhões de euros numa primeira fase da construção do Museu Judaico de Lisboa.

O milionário francês Claude Berda, dono da Herdade da Comporta, vai investir até quatro milhões de euros na construção do Museu Judaico de Lisboa, sabe o ECO. Este projeto, que nasce de uma parceria com a Câmara de Lisboa (CML) e com a Associação Hadagá, deverá ficar concluído em 2024 e vai custar mais de 15,5 milhões de euros.

É entre a Avenida da Índia e a Rua das Hortas, em Belém, que vai nascer o Museu Judaico de Lisboa. O edifício terá uma área de 3.869 metros quadrados e começará a ser construído no primeiro semestre de 2022, estimando-se que fique concluído dois anos depois. O museu vai ser desenhado pelo conhecido arquiteto Daniel Libeskind, que será apoiado em Portugal pelo ateliê Miguel Saraiva e Associados.

O projeto, apurou o ECO, vai custar mais de 15,5 milhões de euros, dos quais dois milhões de euros virão do francês Claude Berda. Mas este será apenas o investimento inicial, uma vez que o milionário admite a hipótese de investir outros dois milhões de euros numa fase posterior.

O TIKVÁ [esperança] Museu Judaico de Lisboa vai contar a história dos judeus em Portugal, explica a autarquia em comunicado. Vai nascer de uma parceria entre a Câmara de Lisboa e a Associação Hagadá e o protocolo será assinado e apresentado esta quarta-feira. Em causa está o direito de superfície daqueles terrenos por um prazo de 75 anos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Francês Claude Berda vai investir até quatro milhões no Museu Judaico de Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião