BPI vê com “estranheza” interesse do NB no EuroBic

  • ECO
  • 17 Abril 2021

Presidente do BPI diz que os bancos ainda não tem acordo com o Governo sobre a injeção no Novo Banco. Alerta ainda para as moratórias que, diz, devem ter uma lógica de "curto prazo".

João Oliveira e Costa revela “estranheza” perante o interesse do Novo Banco na compra do EuroBic, tendo em conta que se trata de uma instituição que está ainda a receber dinheiro do Fundo de Resolução. O presidente do BPI diz, em entrevista ao Dinheiro Vivo (acesso livre), que não há ainda solução para a injeção deste ano. E deixa alertas para as moratórias.

“Vejo com bastante estranheza que alguém que está sob resolução, com esforço muito significativo dos principais concorrentes todos os anos, até 2046, entre numa posição de compra de outro banco”, diz o presidente do banco adquirido pelo CaixaBank relativamente ao interesse do NB na compra do EuroBic. “O meu sentimento é de estranheza”, atira.

O Novo Banco não pode fazer aquisições, por enquanto, já que está ainda a receber dinheiro do Fundo de Resolução. Este ano, pediu quase 600 milhões, sendo que o Governo aponta para um valor inferior, financiado pelos bancos. Questionado sobre se o sistema financeiro já chegou a acordo com o Governo que dê solução ao problema da injeção deste ano, João Oliveira e Costa é perentório: “não”.

O presidente do BPI fala ainda sobre o fim das moratórias de crédito e o potencial impacto no setor. “As moratórias são um mecanismo com uma lógica de curto prazo e devem manter essa característica”, diz, defendendo que é fundamental “alargar prazo dos créditos ou reestruturar pagamentos” para evitar situações mais complicadas para o setor.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BPI vê com “estranheza” interesse do NB no EuroBic

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião