Carris investe 60 milhões em 15 elétricos articulados e 30 autocarros elétricos

A Câmara Municipal de Lisboa estima que o primeiro autocarro elétrico seja entregue em novembro de 2021 e os restantes ao longo de 2022. O investimento abrange 16 novos postos de carregamento duplo.

A Carris anunciou que vai investir um total de 60 milhões de euros para comprar 15 novos elétricos articulados para a carreira 15E, que circula entre Algés e a Praça da Figueira, e também para adquirir 30 autocarros elétricos para a sua frota e 16 novos postos de carregamento duplo.

“Estima-se que o primeiro autocarro elétrico seja entregue em novembro de 2021 e os restantes ao longo de 2022. O primeiro elétrico será entregue 22 meses após o início do contrato, sendo os restantes 14 nos nove meses seguintes”, informou a Câmara Municipal de Lisboa em comunicado.

Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, estará presente esta quarta-feira, 21 de abril, na cerimónia de assinatura do contrato de aquisição dos novos elétricos e lançamento do concurso público para a aquisição dos novos autocarros elétricos.

Mais de 20 anos depois, a Carris volta a comprar elétricos articulados, que fazem a carreira 15E, mais do que duplicando a atual frota deste serviço, num investimento de 43 milhões de euros”, acrescentou ainda o mesmo comunicado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Carris investe 60 milhões em 15 elétricos articulados e 30 autocarros elétricos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião