Imposto mínimo mundial de IRC ganha força com acordo à vista no verão

  • ECO
  • 20 Abril 2021

A Holanda sinaliza que vai ceder perante a proposta norte-americana para que haja um imposto mínimo mundial sobre os lucros das empresas. Um acordo alcançado este verão ganha força.

A Holanda, país que muitos consideram que faz parte do sistema que permite as multinacionais pagarem menos impostos, sinalizou que vai apoiar a proposta dos EUA para se definir um IRC mínimo mundial. Em declarações à Bloomberg, o vice-ministro das Finanças do atual Governo provisório, Hans Vijlbrief, diz que a “concorrência fiscal está a tornar-se algo do passado” e que é expectável que haja um acordo até julho dada a concordância entre Joe Biden, Angela Merkel e Emmanuel Macron.

O objetivo da proposta norte-americana é que, independente das estratégias de redução de impostos que as multinacionais pratiquem, seja aplicado um imposto mínimo a nível mundial e, além disso, que essa receita seja encaixada nos locais onde de facto o negócio acontece. Atualmente os sistemas fiscais de países como a Holanda, a Irlanda ou o Luxemburgo têm conseguido atrair multinacionais que querem reduzir a sua fatura.

Se queremos que as pessoas paguem os seus impostos, as grandes empresas também o devem fazer“, afirma Vijlbrief, que é membro do centrista D66, o segundo maior partido holandês que reforçou a sua posição nas eleições de março. Não é clara qual será a posição oficial do que se espera que seja o quarto Governo de Mark Rutte, dos liberais do VVD, que voltaram a ganhar as eleições e que estão a negociar uma coligação.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Imposto mínimo mundial de IRC ganha força com acordo à vista no verão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião