Vendas no mercado nacional vão ter seguro de crédito de 500 milhões de euros

  • ECO
  • 21 Abril 2021

Quase um ano depois, o Governo vai avançar com uma medida que constava do PEES: irá criar um seguro de crédito de 500 milhões de euros para as vendas das empresas no mercado nacional.

O seguro de crédito para as vendas das empresas no mercado nacional — uma medida que constava do Programa de Estabilização Económica e Social (PEES) de junho de 2020 — vai concretizar-se agora, avança esta quarta-feira o Público (acesso condicionado). Este é um mecanismo semelhante ao atribuído às exportadoras, sendo que esta cobertura irá até a um máximo de 500 milhões de euros.

Esta medida irá ajudar dezenas de milhares de empresas nas vendas no mercado interno, evitando a exigência de pagamentos antecipados ou pronto-pagamento. Citando relatos de vários empresários, o Público refere que a inexistência deste seguro de crédito em 2020 terá levado à perda de clientes entre empresas pela dificuldade em arriscar perante a probabilidade de falha de pagamento.

De acordo com o Ministério das Finanças, há um despacho conjunto de João Leão e Siza Vieira pronto para ser publicado em Diário de República, entrando em vigor no dia seguinte. Posteriormente serão assinados acordos com seguradoras de crédito. A medida, que foi aprovada pela Comissão Europeia uma vez que envolve ajudas de Estado, estará em vigor até ao final deste ano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Vendas no mercado nacional vão ter seguro de crédito de 500 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião