Farmacêuticas Moderna e BioNTech afundam 10% em Wall Street com perspetiva de fim de patentes

Os três principais índices de Wall Street seguem com tendências mistas na abertura da bolsas. Fabricantes de vacinas afundam após o anúncio de que os EUA apoiam a suspensão temporária das patentes.

Wall Street negoceiam esta quinta-feira mista, tendo os três principais índices tendências diferentes entre si. As farmacêuticas destacam-se pela negativa, apesar de as perdas estarem a ser travadas pelos dados provisórios dos pedidos de subsídio de desemprego nos Estados Unidos, que foram inferiores ao previsto.

As bolsas norte-americanas reagem aos dados do Departamento do Trabalho, referentes aos pedidos de subsídio de desemprego: foram 48 mil pedidos, menos do que os 538 mil esperados. É um novo mínimo em pandemia, segundo dados compilados pela Reuters.

Assim, depois do novo máximo atingido no fecho de quarta-feira, o índice Dow Jones é o único que abre com ganhos de 0,17%. O S&P 500 cede 0,5% para 4.149,49 pontos e o Nasdaq cai 1% para 13.447,03 pontos.

As empresas fabricantes das vacinas contra a Covid-19 continuam pressionados pelo apoio da administração do Presidente Joe Biden à suspensão das patentes desses mesmos fármacos. A Moderna abre com uma queda de 10% (a maior queda do Nasdaq), a Johnson&Johnson 0,15%, a BioNTech 10%, a Novavax 7,6% e a Pfizer 2,9%.

A medida foi proposta primeiramente em outubro do ano passado pela Índia e a África do Sul à Organização Mundial do Comércio (OMC). Na altura, a ainda administração de Donald Trump opôs-se firmemente à renúncia na OMC, juntamente com o Reino Unido, a UE e a Suíça. A mudança para a administração de Joe Biden trouxe uma mudança de posição, para a qual a UE mostra agora abertura.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciou esta manhã que a União Europeia está também disponível para avaliar a suspensão temporária das patentes das vacinas contra a Covid-19. “A nossa prioridade é aumentar a produção para alcançar a vacinação global. Ao mesmo tempo, estamos abertos a discutir qualquer outra solução eficaz e pragmática”, disse.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Farmacêuticas Moderna e BioNTech afundam 10% em Wall Street com perspetiva de fim de patentes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião