BPI com 4,1 mil milhões de crédito em moratória. 98% em situação regular

CEO do BPI deseja que Governo anuncie o “mais depressa possível” medidas para o fim das moratórias, mas desdramatiza problemas com término da medida, em setembro.

O BPI chegou ao final de abril com 4,1 mil milhões de euros de crédito em moratória, sendo que apenas 2% estava em situação incumprimento, revelou esta segunda-feira o CEO do banco na apresentação dos resultados trimestrais.

João Pedro Oliveira e Costa adiantou que a instituição está a fazer um “acompanhamento muitíssimo forte” desta situação junto dos clientes para antecipar dificuldades e encontrar soluções atempadamente, e disse ainda esperar que o Governo anuncie o “mais depressa possível” medidas para o fim das moratórias.

De acordo com o banco, 98% do crédito em moratória está em “situação regular”, isto é, estão em “stage 1” e “stage 2. Outros 2% estão em “stage 3”, quando há lugar ao registo perda por imparidade para o crédito.

O banco indicou ainda que terminaram no final de março 1,2 mil milhões de euros de moratórias e que o fim delas não trouxe grandes problemas, dando nota de um “bom comportamento dos créditos após retomarem as obrigações de pagamento”. “Os pedidos de renegociação [dos contratos] estão muito abaixo, mesmo muito abaixo, do que tínhamos previsto em relação ao vencimento desta carteira”, afirmou João Oliveira e Costa aos jornalistas.

Por outro lado, o CEO do BPI diz estar numa situação “confortável” naquilo que foram as imparidades que o banco já registou para enfrentar uma subida do malparado após o fim das moratórias bancárias, admitindo que “será difícil” ao banco manter o rácio de NPL de 1,8% com que fechou o mês de março.

O Governo já levantou o véu em relação às medidas que está a negociar com os bancos para lidar com o problema das moratórias que terminam na sua maioria em setembro. Entre outras soluções, em cima da mesa estão garantias para os créditos das empresas dos setores mais afetados que os bancos aceitarem reestruturar individualmente.

“Não há drama” neste assunto, disse João Pedro Oliveira e Costa. “As soluções são robustas e vão apoiar as empresas viáveis”, acrescentou. “O mais importante é que essas soluções vejam a luz do dia o mais depressa possível, sejam anunciadas o mais depressa possível”, sublinhou.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BPI com 4,1 mil milhões de crédito em moratória. 98% em situação regular

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião