Número de nascimentos em janeiro e fevereiro foi o mais baixo desde que há registos

  • Lusa e ECO
  • 14 Maio 2021

O número de mortes ocorridas nos dois primeiros meses de 2021 foi bastante superior ao período homólogo o que provocou um agravamento do saldo natural.

Janeiro e fevereiro de 2021 tiveram os números mensais de nascimentos mais baixos desde que há registos, revelou esta sexta-feira o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Em janeiro nasceram com vida 5.912 crianças (menos 19,3% que em janeiro do ano passado) e em fevereiro, 5.651 (menos 11,1% do que no mesmo mês de 2020).

O número de mortes ocorridas nos dois primeiros meses de 2021 foi bastante superior ao período homólogo e, em conjunto com a descida no número de nascimentos, provocou “um forte agravamento do saldo natural”, o indicador calculado a partir da diferença entre nascimentos e óbitos.

Já em 2020 o saldo natural se tinha agravado, pois morreram 123.467 pessoas, mais 10,2% que em 2019 e o número de nascimentos viu um decréscimo (84.558 nados-vivos, menos 2.500 que em 2019), segundo dados do INE.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Número de nascimentos em janeiro e fevereiro foi o mais baixo desde que há registos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião