Ministro das Finanças confiante que PIB vai crescer acima dos 4%

  • ECO
  • 17 Maio 2021

"Estamos confiantes numa forte recuperação do PIB, que pode mesmo exceder a taxa de crescimento prevista no Programa de Estabilidade", defende João Leão.

Depois de ver os resultados das medidas de apoio às empresas e às famílias, o ministro das Finanças mostra-se confiante numa subida do PIB acima da de 4% prevista no Programa de Estabilidade para este ano. Em declarações ao Jornal de Negócios (acesso pago), João Leão explica que as medidas de apoio são a principal justificação para esta recuperação.

“Estamos confiantes numa forte recuperação do PIB, que pode mesmo exceder a taxa de crescimento prevista no Programa de Estabilidade”, disse o ministro, depois de a Comissão Europeia ter atualizado as previsões para todos os Estados-membros, apontando para um crescimento do PIB português uma décima abaixo da meta do Governo.

Para João Leão, as medidas que foram adotadas para apoiar as empresas foram a principal causa desta recuperação. “Esta manutenção da capacidade produtiva das empresas está a ser essencial para a fase de forte recuperação da economia que já se está a assistir”, nota. Até abril, foram pagos 1.588,2 milhões de euros em apoios às empresas, revelam dados avançados por fonte do Ministério das Finanças ao Negócios.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ministro das Finanças confiante que PIB vai crescer acima dos 4%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião