Polícia Judiciária faz buscas por falsificação de testes Covid no futebol

  • Lusa
  • 20 Maio 2021

Na origem da investigação, refere a nota, está uma viagem de avião, para o estrangeiro, de um jogador de futebol profissional, alegadamente infetado com Covid-19. Pode dar pena de prisão até 8 anos.

A Polícia Judiciária realizou esta quinta-feira uma dezena buscas domiciliárias e a laboratórios de análises clínicas no Algarve e no Porto, numa investigação que começou com uma viagem para o estrangeiro de um futebolista profissional, alegadamente infetado com Covid-19.

Em comunicado, a PJ e o Ministério Público adiantam que a operação “covid free” contou com a colaboração de um elemento Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) “para pesquisa, análise e eventual apreensão de documentação e outra matéria probatória” que será depois analisada.

Na origem da investigação, refere a nota, está uma viagem de avião, para o estrangeiro, de um jogador de futebol profissional, alegadamente infetado com Covid-19, e que é suscetível de configurar o crime de propagação de doença, alteração de análise ou de receituário, punido com pena de prisão de um a oito anos.

O inquérito é dirigido pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Polícia Judiciária faz buscas por falsificação de testes Covid no futebol

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião