Advocatus Summit: “Sem apoio do Governo, 32% das empresas não teriam aguentado seis meses”, diz PLMJ

Duarte Schmidt Lino, sócio de M&A, Joaquim Shearman de Macedo, sócio de Resolução de Litígios da PLMJ e João Sousa Leal, partner de Advisory da KPMG fizeram parte desta talk.

Com o tema “Reestruturações e Insolvências”, a PLMJ patrocina esta talk da 4ª edição da Advocatus Summit Lisboa. Com Duarte Schmidt Lino, sócio co-coordenador de Corporate M&A da PLMJ, Joaquim Shearman de Macedo, sócio co-coordenador de Resolução de Litígios da PLMJ, e João Sousa Leal, partner de Advisory da KPMG.

Joaquim Shearman de Macedo começou por salientar que os setores do alojamento e restauração tiveram redução no volume de negócios de 96% e 76%, respetivamente. E salientou que 78% das empresas demonstraram uma redução do seu volume de negócios. E adiantou que sem as medidas de apoios do Governo, 32% das empresas não teriam aguentado estes seis meses.

As quedas das exportações e das importações de 2019 para 2020 foram de 58% e 48%. O que faz com que o sócio da PLMJ defenda que “estamos perante um panorama devastador, após esta pandemia”, disse, na introdução da conversa a três.

João Sousa Leal, partner de Advisory da KPMG defendeu que “o conjunto de medidas do Governo anunciadas e aplicadas poderão dar suporte a uma retoma rápida”. Em termos de M&A, João Sousa Leal admitiu que de facto, “vimos um impacto negativo nessa área” mas também vimos que os investidores assumiram “que a crise poderia ser mais conjuntural e vimos alguns investidores com alguns perfis específicos a apostarem em Portugal. E continuamos a ver no início de 2021 a ver o mesmo dinamismo”, explica na talk patrocinada pela PLMJ.

Por ouro lado, João Sousa Leal admite que os apoios públicos “fruto do PRR e do Portugal 2030 “não serão suficientes e por isso prevejo que o mercado de M&A tenha aqui uma fase de crescimento que nunca vimos em Portugal, porque até aqui a banca não estava preparada”. Por isso, o partner da KPMG acredita que “podemos ter um momento de viragem”. “Há várias mudanças que se podem fazer na economia, nomeadamente uma regeneração, e tornar Portugal mais dinâmico e promover bons negócios”.

Duarte Schimdt Lino, sócio de M&A da PLMJ, defende que o que foi implementado até agora “permitiu que se aguentasse muitas aspetos como seja a tesouraria das empresas”.

E salientou que há muitas empresas que continuam a operar e há setores mais marginalizados. “Tudo o que usamos na nossa vida confinada acabou por ter um aumento importante”. Defendendo que isso “evitou um pico de aumento da taxa de desemprego”.

Numa análise mais crítica, Duarte Schmidt Lino garante que “há uma parte dos problemas do setor corporativo que vem de trás”. Assumindo que estas medidas preservam “a manutenção de empresas no nosso tecido que já cá não deviam estar há muito tempo. E cuja decisão já está a ser adiada há muito tempo”.

“O sistema pode funcionar se se juntarem um conjunto de circunstâncias favoráveis”, explica o sócio. “Esta calamidade vai gerar um aumento de situações que precisam de uma resolução. Com o aumento do fluxo que vai acontecer, isto tem de ser olhado com muita atenção e muita inteligência”.

A conversa entre os três intervenientes já está disponível. Veja aqui o vídeo.

Até dia 31 de maio, será lançado no site da Advocatus e ECO, diariamente, dois novos painel.

Esta iniciativa é considerada o principal evento que liga a advocacia de negócios aos agentes empresariais e da economia e contou com o patrocínio de Abreu Advogados, CMS Rui Pena & Arnaut, Cuatrecasas, Miranda & Associados, Morais Leitão, PLMJ, PRA-Raposo, Sá Miranda & Associados, Serra Lopes, Cortes Martins & Associados, Sérvulo & Associados, SRS Advogados e Vieira de Almeida, e ainda a Moneris.

Conheça aqui o programa da Advocatus Summit

Painel 1 – Entrevista “Patentes e desenvolvimento económico”

  • Com José Luís Arnaut, managing partner da CMS Rui Pena & Arnaut, entrevistado por Filipa Ambrósio de Sousa, diretora executiva da Advocatus. Vídeo aqui.

Painel 2 – Talk sobre “Hidrogénio e descarbonização”

  • Com Nuno Antunes, sócio da Miranda & Associados, Ana Quelhas, managing director H2BU (Business Unit for Hydrogen) da EDP Renováveis e Luís Delgado, administrador da Bondalti. Vídeo aqui.

Painel 3 – Transição digital e pandemia: o futuro que se impôs”

  • Com Vanda de Jesus, diretora executiva da Portugal Digital, e Gonçalo Machado Borges, sócio da Morais Leitão, moderado por Flávio Nunes, coordenador do ECO. Vídeo aqui.

Painel 4 – Talk sobre “Reestruturações e Insolvências”

  • Com Duarte Schmidt Lino, sócio co-coordenador de Corporate M&A da PLMJ, Joaquim Shearman de Macedo, sócio co-coordenador de Resolução de Litígios da PLMJ, e João Sousa Leal, partner de Advisory da KPMG.

Painel 5 –Talk sobre “Contratos e Pandemia – Resolução, suspensão e modificação dos contratos em tempos de pandemia”

26 de maio

  • Com Alexandra Nascimento Correia, sócia da Abreu Advogados, Gonçalo Malheiro, sócio contratado da Abreu Advogados, e Luís Castanheira Lopes, presidente do Grupo Pestana Pousadas.

Painel 6 – “Fundos Europeus – Novos Desafios”

26 de maio

  • Com Catarina Pinto Correia, sócia da Viera de Almeida, e Gonçalo Regalado, diretor coordenador de marketing de empresas e negócios do Millennium BCP, moderado por Mónica Silvares, editora do ECO.

Painel 7 – “Sustentabilidade e obrigações verdes”

27 de maio

  • Com Manuel Requicha Ferreira, sócio da Cuatrecasas, Ana Spratley, Head of Corporate & Investment Banking do BPI, e Luís Neves, CEO da Global Enabling Sustainability Initiative.

Painel 8 Entrevista sobre “Transparência Fiscal e sociedades multidisciplinares”

27 de maio

  • Com Pedro Raposo, chairman da PRA-Raposo, Sá Miranda & Associados, entrevistado por Filipa Ambrósio de Sousa, diretora executiva da Advocatus.

Painel 9 – “Teletrabalho e o direito a desligar”

28 de maio

  • Com Ana Luísa Beirão, sócia da SRS Advogados, e Francisco Fernandes, partner da área de recursos humanos da Moneris, moderado por Frederico Pedreira, jornalista do ECO/Advocatus.

Painel 10 – Talk sobre “As escolhas sustentáveis das empresas”

28 de maio

  • Com Ana Luísa Guimarães, sócia da Sérvulo & Associados, Vera Pinto Pereira, administradora executiva da EDP Energias de Portugal SA, e CEO EDP Comercial, e Ricardo Mourinho Félix, vice-presidente do BEI.

Painel 11 – “A Fiscalidade na Economia Digital – Desafios da Regulação e da Tributação”

31 de maio

  • Com Armando Serapicos, Tax Manager Moneris, Pedro Cruz Gonçalves, advogado sénior da Morais Leitão e Pedro Lomba, sócio da PLMJ, e moderado por Paulo Moutinho, editor executivo do ECO.

Painel 12 – Talk sobre “Banca, NPLs e o pós-pandemia”

31 de maio

  • Com Rafael Lucas Pires, sócio da Serra Lopes, Cortes Martins & Associados, Francesco Franco, senior adviser da LX Partners e professor de economia da NOVA SBE, e Miguel Manso, Risk Officer do BCP.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Advocatus Summit: “Sem apoio do Governo, 32% das empresas não teriam aguentado seis meses”, diz PLMJ

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião