CGD quer dar 300 milhões em dividendo extra ao Estado

  • ECO
  • 4 Junho 2021

O Estado pode vir a receber o que estava previsto para 2020, mas que foi cancelado por causa da pandemia. A decisão dependerá da recomendação do BCE.

A Caixa Geral de Depósitos já pagou 83,6 milhões de euros ao Estado em dividendos este ano, relativos aos lucros de 2020. Mas poderá vir a pagar mais. O banco público está a ponderar o pagamento de mais 300 milhões de euros de dividendo extraordinário ao Estado no final deste ano, adianta o Jornal de Negócios (acesso pago).

A decisão vai depender da recomendação do Banco Central Europeu (BCE) para os dividendos da banca europeia, a qual poderá ser revista em setembro. Para já, a instituição liderada por Christine Lagarde recomenda a distribuição de um dividendo equivalente a 20 pontos base do rácio de capital CET1 da instituição financeira, desde que feito com “extrema prudência”.

Se o dividendo extraordinário avançar, a Caixa irá pagar ao Estado 383,6 milhões de euros, o dobro dos 160 milhões de euros que tinham ficado previstos no Orçamento do Estado para 2021 (OE 2021). Em 2020, a CGD previa pagar ao acionista Estado 300 milhões em dividendos, mas essa distribuição acabou por ser cancelada por causa da crise pandémica e a necessidade dos bancos de reforçarem o seu capital e as provisões.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CGD quer dar 300 milhões em dividendo extra ao Estado

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião