Como Cristiano Ronaldo “tirou” 3,6 mil milhões à Coca-cola

O capitão da seleção portuguesa afastou duas garrafas de Coca-Cola da frente e recomendou antes água. A internet encheu-se de piadas sobre o assunto, mas a reação na bolsa foi mais séria.

“Bebam água”. Cristiano Ronaldo afastou duas garrafas de Coca-Cola da frente na conferência de imprensa desta segunda-feira, que antecipou a estreia da seleção nacional no Euro 2020. O gesto do capitão português levou a uma enchente de memes na internet, enquanto em bolsa a empresa já acumula perdas.

O jogador de 36 anos sentou-se na segunda-feira para falar aos jornalistas e tinha à frente duas garrafas de Coca-cola, empresa que patrocina o Euro 2020. Pegou nas garrafas, que colocou para o lado e disse: “água, bebam água”. O gesto teve um impacto negativo na marca, com os títulos a reagirem de forma automática em Wall Street.

Na última sessão, as ações caíram mais de 1%, um sentimento negativo que se manteve na sessão desta terça-feira. Cada ação está a negociar pouco antes do primeiro jogo da seleção (contra a Hungria) a valer 55,40 dólares. O montante representa uma perda de 1,5% face aos 56,16 dólares em que fechou na sexta-feira. A capitalização bolsista caiu 3,6 mil milhões de euros, situando-se atualmente nos 238,5 mil milhões.

A empresa norte-americana afirmou, entretanto, ao Daily Mail, que “toda a gente tem direito às suas preferências de bebidas”, explicando que “é oferecida água aos jogadores, assim como Coca-Cola e Coca-Cola Zero Açúcar, à chegada às conferências de imprensa”.

Não se sabe ao certo a razão para a reação do internacional português, mas este tem defendido, em algumas entrevistas, a importância da alimentação saudável, nomeadamente das crianças. No final do ano passado, nos Globe Soccer Awards, Cristiano Ronaldo falou sobre esse assunto: “Sou duro com meu filho [Cristiano Ronaldo Júnior]. Às vezes ele bebe Coca-Cola e Fanta ou come batatas fritas, mas sabe que eu não gosto“, disse.

A União das Associações Europeias de Futebol (UEFA) defendeu que a parceria com a Coca-Cola tem sido “essencial” para os torneios de futebol, sublinhando que a marca disponibiliza “aos jogadores e treinadores uma variedade de bebidas nas conferências de imprensa”, incluindo água, numa reação a que o Expresso teve acesso.

Reações bolsistas e patrocínios à parte, os internautas pareceram achar a situação divertida e não faltaram memes e piadas sobre o assunto.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Como Cristiano Ronaldo “tirou” 3,6 mil milhões à Coca-cola

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião