IRGAwards estão de volta com dois novos prémios

  • ECO
  • 16 Junho 2021

Candidaturas aos prémios de sustentabilidade e transformação empresarial alargadas até 25 de junho. Vencedores serão conhecidos a 23 de setembro.

Os Investor Relations and Governance Awards, uma iniciativa da consultora Deloitte, estão de regresso este ano, depois da pausa forçada pela pandemia, e com novidades.

Além dos prémios habituais, há duas novas categorias: Sustainability Initiative Award e Transformation Award. Estes dois galardões serão escolhidos de entre as candidaturas recebidas, que podem ser remetidas até ao dia 25 de junho.

O primeiro irá reconhecer as iniciativas que tenham tido um impacto significativo na melhoria das condições do governo societário ou do mercado, visando nomeadamente atender à responsabilidade pelos impactos sociais e ambientais da atividade empresarial iniciados durante o ano de 2019 ou 2020.

Redução de emissões e intensidade carbónica, gestão efetiva e valorização para reciclagem, redução ou reutilização de resíduos, ações de integração e inclusão de grupos desfavorecidos, manutenção e criação de emprego, suporte a comunidades locais e colaboradores e promoção de uma educação inclusiva e de qualidade são alguns dos critérios de avaliação do prémio nos eixos do impacto ambiental e social.

No terceiro eixo, impacto na “governance”, será avaliada a implementação e avaliação de práticas de fornecedores, iniciativas que conduzam a novos produtos e serviços com impacto positivo em fatores ESG ou o desenvolvimento de práticas sólidas de gestão ESG.

Já o Transformation Award visa premiar o projeto que tenha tido impacto significativo na transformação das atividades ou do negócio das empresas. As candidaturas são “classificadas de acordo com as evidências ou contributo do projeto nos eixos do impacto (shareholder), inovação, desafio e sustentabilidade. Os critérios vão desde o aumento da receita e da rentabilidade e o contributo da inovação para o país, setor ou região, até ao número de “stakeholders” impactados ou à geração de riqueza e práticas concorrenciais saudáveis, entre outros.

As candidaturas podem ser submetidas no portal criado pela Deloitte para o efeito. Para mais informações, pode também ser consultado o site da iniciativa.

Como vem sendo habitual, a 33.ª edição dos IRGAwards vai ainda distinguir desempenhos de excelência de personalidades que exerceram funções de CEO, CFO ou IRO numa empresa cotada na bolsa de Lisboa. Será ainda atribuído o Lifetime Achievement Award, que na última edição foi entregue a Ilídio Pinho.

"Liderar uma Connected enterprise significa reconhecer que, embora as empresas devam gerar lucro e proporcionar retorno aos seus acionistas, elas devem fazê-lo ao mesmo tempo que respeitam as pessoas, o ambiente e as comunidades onde se inserem.”

Deloitte

“Connect for impact, with a human focus” é este o tema da edição deste ano. “Ser distintamente humano é a essência do que significa ser uma connected enterprise. Uma organização que tem nas suas fundações um conjunto de princípios humanos: propósito e significado, ética e justiça, crescimento e paixão, colaboração e relações pessoais, transparência e abertura”, explica a Deloitte.

“Liderar uma Connected enterprise significa reconhecer que, embora as empresas devam gerar lucro e proporcionar retorno aos seus acionistas, elas devem fazê-lo ao mesmo tempo que respeitam as pessoas, o ambiente e as comunidades onde se inserem”, acrescenta.

Gala IRGAwards 2019 - 19SET19
Vítor Bento, presidente do júri dos IRGAwardsHugo Amaral/ECO

O júri, responsável pela atribuição dos prémios, é presidido por Vítor Bento, o novo presidente da Associação Portuguesa de Bancos. Os restantes membros são António Esteves, professor associado de Economia e Finanças na Católica Porto Business School, Álvaro Nascimento, professor associado de Banca e Finanças da Católica Porto Business School, Clara Raposo, presidente do ISEG, Duarte Pitta Ferraz, professor de Governance e Banking na Nova SBE, Esmeralda Dourado, membro do conselho geral e de supervisão da EDP, João Moreira Rato, senior advisor da Morgan Stanley, Luís Amado, antigo presidente do conselho geral e de supervisão da EDP e professor associado na Nova SBE, Nuno Fernandes, professor catedrático de Finanças no IESE Business School e Patrícia Teixeira Lopes, associate dean da Porto Business School.

Os projetos e as organizações vencedoras serão conhecidos na Cerimónia de Entrega de Prémios, que terá lugar no dia 23 de setembro de 2021.

Os IRGAwards são uma iniciativa que a Deloitte promove há mais de 30 anos em Portugal, com o propósito de premiar pessoas e organizações que mais e melhor tenham contribuído para tornar o mercado de capitais mais eficiente, transparente, socialmente responsável e útil à economia e à sociedade portuguesas. Os prémios distinguem a atividade desenvolvida no ano anterior à sua atribuição.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

IRGAwards estão de volta com dois novos prémios

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião