Teletrabalho: mais horas, mas menos produtividade

Um novo estudo que analisou os hábitos de trabalho à distância, dá conta que o trabalho à distância pode reduzir a produtividade em 20%.

Na primavera do ano passado, quando o teletrabalho foi implementado de forma forçada, devida à pandemia da Covid-19, inquéritos iniciais realizados aos empregadores e funcionários descobriram que o trabalho à distância não afetava os níveis de produtividade. Agora, passado mais de um ano, começam a surgir investigações que pintam cenários bem diferentes.

Um novo estudo que analisou os hábitos de trabalho à distância, inquirindo mais de dez mil colaboradores de uma empresa tecnológica asiática, entre abril de 2019 e agosto de 2020, dá conta que o trabalho à distância pode reduzir a produtividade em 20%.

Embora, em teletrabalho, os colaboradores trabalhem mais horas, esse tempo não é tão produtivo como seria no escritório, revela o estudo “Work from Home & Productivity: Evidence from Personnel & Analytics Data on it Professionals”, dos académicos Michael Gibbs, Friederike Mengel e Christoph Siemroth, avançado pelo The Economist (acesso pago, conteúdo em inglês).

As repetidas reuniões com o chefe para definir responsabilidades e tarefas são o principal motivo apontado para justificar a redução da produtividade e, ao mesmo tempo, o aumento de horas trabalhadas.

Os investigadores assinalam, também, que os profissionais inquiridos estavam envolvidos em projetos particularmente desafiantes, o que poderia ser mais adequado desenvolver no local de trabalho.

Já os colaboradores responsáveis por tarefas que exigem menos qualificações poderiam, perfeitamente, estar em regimes remotos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Teletrabalho: mais horas, mas menos produtividade

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião