“Não haverá mais nenhum aumento de comissões na CGD”, diz Paulo Macedo

  • ECO
  • 27 Junho 2021

O presidente-executivo do banco público diz que a solução para a baixa rentabilidade tem de passar pelo corte de custos da operação e não pelo aumento das comissões.

Não haverá mais aumentos de comissões na Caixa Geral de Depósitos (CGD). Essa é uma promessa feita pelo presidente-executivo do banco público que, em entrevista ao Jornal de Negócios e à Antena 1, garante que a solução para superar o desafio da baixa rentabilidade na banca tem de passar pelo corte nos custos da operação.

“Quando as pessoas reagem às comissões, o que é que estão a dizer? Estão a dizer que não estão disponíveis para pagar as estruturas de custos dos bancos“, disse Paulo Macedo na mesma entrevista, que será publicada na íntegra esta segunda-feira.

O gestor reconhece que a baixa rentabilidade é, nestes momentos, um dos maiores desafios para o setor, mas que os clientes não podem sair prejudicados. “Não haverá mais nenhum aumento de comissões na Caixa Geral de Depósitos. Aliás, a Caixa continuará, como até agora, a ser o banco com as comissões mais baixas“, garantiu.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Não haverá mais nenhum aumento de comissões na CGD”, diz Paulo Macedo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião