Há nove países ou territórios que têm 70% da população com uma dose da vacina contra a Covid

Com a maior disponibilidade de vacinas e o consequente aumento do ritmo de vacinação, há já, pelo menos, nove países ou territórios que têm 70% da população com uma dose da vacina tomada.

Desde o final do ano passado, que a vacinação contra a Covid-19 tem sido uma das principais preocupações dos países a nível mundial, já que é vista como a grande “arma” para travar a disseminação da doença. Numa altura em que existe uma maior disponibilidade de vacinas e, consequentemente, um aumento do ritmo de vacinação, há já nove países ou territórios que têm já 70% da população com, pelo menos, uma dose da vacina tomada.

Até ao momento, já foram administradas 2,92 mil milhões de vacinas em 180 países ou territórios a nível mundial, de acordo com os dados compilados pela Bloomberg (acesso livre, conteúdo em inglês). E se numa fase inicial a escassez de vacinas era um dos grandes entraves ao progresso das campanhas de vacinação, com a maior disponibilidade de vacinas o ritmo de vacinação tem vindo aumentar, situando-se atualmente nas 44,2 milhões de vacinas administradas por dia.

A grande maioria dos cientistas colocaram, numa fase inicial, a fasquia de ter entre 60% a 70% da população vacinada com, pelo menos, uma dose da vacina para que se conseguisse atingir a imunidade de grupo. No entanto, alguns estudos indicam que esta meta poderá ser, afinal, uma miragem, uma vez que ainda existem muitas dúvidas sobre o surgimento de novas variantes, bem como a possibilidade de as pessoas vacinadas conseguirem transmitir o vírus e os diferentes ritmos das campanhas de vacinação, tal como refere a revista científica Nature (acesso livre, conteúdo).

Em Portugal, Luís Graça, da Comissão Técnica de Vacinação Contra a Covid-19 chegou a admitir que esta percentagem pode ter que ser revista, dadas as incertezas sobre a doença. Não obstante, em território nacional, assim como a nível europeu o objetivo continua a ser ter 70% da população adulta vacinada ainda este verão, sendo que em Portugal a estimativa é para o objetivo ser alcançado a 8 de agosto, ou, no pior dos cenários 15 dias depois, caso se verifique um atraso da entrega das vacinas previstas.

Neste momento, há mais de 4,6 milhões de portugueses vacinados com uma dose da vacina (o que representa 46% da população), dos quais mais de 2,9 milhões de cidadãos já completaram o processo de vacinação (29% da população), segundo os dados da DGS. Assim, e apesar de estarmos ainda longe da meta proposta, há já, pelo menos duas zonas do país que já superaram este objetivo. São eles a ilha do Corvo, nos Açores, que conta já com 70,5% da população vacinada, bem como a ilha do Porto Santo, na Madeira que terá ultrapassado esta fasquia no último domingo, de acordo com o Expresso (acesso pago).

Certo é que há, pelo menos, nove países ou territórios a nível mundial que têm já 70% da população com, pelo menos, uma dose da vacina tomada, de acordo com os dados compilados pela Bloomberg até esta segunda-feira. Gibraltar, que conta com pouco mais de 33 mil habitantes, é o território mais avançado neste âmbito, dado que tem já a totalidade da população vacinada.

Este território ultramarino britânico situado no sul de Espanha, é seguido pelas lhas Malvinas/Falkland, também um território ultramarino britânico, que conta já com 87,7% da população com uma dose da vacina. Seguem-se as ilhas Maldivas (com 84,8%) e as ilhas Seychelles, no Oceano Índico, e a Ilha de Man, uma dependência autónoma da coroa britânica no mar da Irlanda (ambas com 73,6% da população com uma dose da vacina).

Na sexta posição surge a Islândia, com 72,5% da população com uma dose da vacina administrada e com mais de metade com a inoculação completa. Com cerca de 360 mil habitantes e perante o ritmo de vacinação, o país liderado por Katrín Jakobsdóttir tornou-se o primeiro país europeu a levantar todas as restrições impostas para enfrentar a pandemia de coronavírus, como o uso de máscara e o distanciamento físico, avançou a Reuters (acesso livre, conteúdo em inglês).

Por fim, surgem as Ilhas Caimão, território na América o Norte que tem já 72,2% com, pelo menos, uma dose da vacina e quase dois terços (66,6%) com a vacinação completa, e Malta. No país comandado Robert Abela, 72,1% já tomou uma dose do fármaco e mais de 62% estão completamente imunizados, o que o coloca como o país da União Europeia com maior taxa de vacinação. Em nono lugar, está o Bahrein, no Médio Oriente, com 70,8% da população com uma dose do fármaco, dos quais 68% com a vacinação completa.

Importa ainda sublinhar que, na UE, a Bélgica já concretizou o objetivo delineado pela Comissão Europeia de ter 70% da população adulta, com, pelo menos uma dose da vacina, havendo já mais 6,4 milhões de pessoas com a primeira inoculação, acima da média europeia. Segundo a plataforma de monitorização de dados do Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC, na sigla em inglês), até esta segunda-feira, 35,7% da população adulta da UE já estava totalmente inoculada (com as duas doses), enquanto 58,5% recebeu a primeira dose da vacina, pelo que ainda estão longe da meta dos 70% estipulada por Bruxelas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Há nove países ou territórios que têm 70% da população com uma dose da vacina contra a Covid

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião