BCP vende banco na Suíça por mais de 100 milhões

Venda do suíço Banque Privée será feita por um preço entre 119 milhões e 128 milhões de euros e terá um impacto entre 41 milhões e 50 milhões nas contas do BCP deste ano.

O BCP anunciou esta semana a venda do banco que detinha na Suíça ao Union Bancaire Privée. Esta sexta-feira, num esclarecimento adicional enviado ao mercado, a instituição financeira liderada por Miguel Maya avança que alienou o Banque Privée por mais 100 milhões de euros.

De acordo com o banco, estima-se “que o preço de venda e o impacto (positivo) nos resultados consolidados do exercício em curso, em base proforma a 31/03/2021, se situem, respetivamente, entre 130 e 140 milhões de francos suíços e entre 45 e 55 milhões de francos suíços”.

Com base na taxa de câmbio de 29 de junho, a operação será feita por um preço entre 119 milhões e 128 milhões de euros, com um impacto entre 41 milhões e 50 milhões nas contas deste ano, esclarece o BCP no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O BCP tinha criado o banco na Suíça, em 2003, com foco no private banking. Irá agora deixar de deter esta unidade, num negócio que vai ter impacto nos rácios de solvabilidade do grupo. Segundo informou na terça-feira, estima que, em base pró-forma a 31 de março de 2021, a transação resulte num aumento de 15 pontos base no rácio CET1 e de 16 pontos base no rácio de capital total.

“A concretização da transação está sujeita à verificação de condições habituais para a realização deste tipo de transação, incluindo a não oposição das instâncias de supervisão locais competentes”, frisou o BCP, explicando que a venda do Banque Privée permitirá ao grupo “prosseguir a estratégia de enfoque de recursos e da gestão nas geografias core, potenciando o desenvolvimento destas e dessa forma a criação de valor para os stakeholders“.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BCP vende banco na Suíça por mais de 100 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião