Paper Wings volta a oferecer bolsas de estudo e estágios remunerados. Candidaturas abertas

Os estudantes selecionados vão receber uma bolsa de estudo 100% financiada, estágios pagos nos períodos de férias do curso e, ainda, mentoria dos CEO das empresas envolvidas.

Depois de uma primeira edição de sucesso, impulsionada pela startup portuguesa Didimo, o Paper Wings voltou a abrir candidaturas para oferecer bolsas de estudo e estágios de verão remunerados. Esta segunda edição conta com mais tecnológicas envolvidas, que se juntam para capacitar os jovens para o mercado de trabalho. As candidaturas estão abertas até dia 22 de agosto.

“Mais do que uma bolsa de estudos universitários, o Paper Wings reconhece que há muitos benefícios em ter a oportunidade de trabalhar na área desde o primeiro ano dos estudos universitários para ganhar competências práticas, e não apenas teóricas. Através dos estágios na Didimo, Sphere, Weezie e Infraspeak, os quatro estudantes escolhidos vão aprender trabalhar em equipa e desenvolver capacidades de comunicação”, refere Verónica Orvalho, CEO da Didimo e fundadora da iniciativa, em comunicado.

As inscrições estão abertas aos jovens com o 12.º ano que se estejam a candidatar ao ensino superior. Os quatro estudantes selecionados vão receber uma bolsa de estudo 100% financiada, estágios pagos nos períodos de férias do curso e, ainda, mentoria dos CEO das empresas envolvidas.

As bolsas de estágios começam com uma remuneração mínima de 500 euros durante o primeiro ano em uma das quatro startups e aumenta nos anos seguintes.

Além das startups, a iniciativa conta com o apoio das entidades Vieira de Almeida, Ideias Glaciares, Bynd Venture Capital, The Square, Stand4Good, LabRP, Vencer Autismo, Women Who Tech, Founders Founders, Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, Politécnico do Porto e a Câmara Municipal do Porto, e tem como objetivo continuar a crescer para dar cada vez mais oportunidades a mais jovens.

As candidaturas estão abertas até ao dia 22 de agosto, sendo que os interessados terão de submeter uma carta para um CEO e uma autobiografia no ano 2035. Os selecionados serão anunciados em setembro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Paper Wings volta a oferecer bolsas de estudo e estágios remunerados. Candidaturas abertas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião