Há uma nova variante da Covid-19, possivelmente mais contagiosa. É a Lambda

OMS classificou a variante Lambda como "variante de interesse" e pediu que fossem feitos mais estudos. Surgiu no Peru e já está presente em vários países, inclusive Austrália e Reino Unido.

Há uma nova variante do SARS-CoV-2 a preocupar especialistas e governos, por ser, possivelmente, mais contagiosa e perigosa que as variantes que conhecemos até ao momento: é a variante Lambda. A Organização Mundial da Saúde (OMS) já a classificou como “variante de interesse” (a Delta está no nível superior, mais grave).

A mutação apareceu pela primeira vez no Peru – país que, atualmente, tem a maior taxa de mortalidade de Covid-19 do mundo – e está relacionada com cerca de 80% dos casos desse país desde abril deste ano. No último mês já se disseminou para cerca de 30 países, levando a OMS a classificá-la como “variante de interesse” a 14 de junho.

Jeff Barrett da Covid-19 Genomics Initiative de Londres no Welcome Sanger Institute, disse ao Financial Times que a variante Lambda “tem um padrão único de sete mutações na proteína spike que o vírus usa para infetar células humanas” e que os especialistas encontraram uma mutação semelhante à da variante Delta, indicando que é altamente contagiosa.

A Austrália é um dos países onde esta nova variante já foi identificada, bem como o Reino Unido — onde já havia uma grande presença de outra variante perigosa, a Delta.

Quanto à eficácia das vacinas nesta nova variante os estudos ainda são preliminares, mas já se dividem. Na Universidade do Chile, em Santiago do Chile, os investigadores consideraram que a Lambda é mais infecciosa do que as variantes Alfa ou Gama e que as mutações desta variante conseguem “fugir” aos anticorpos da vacina. Em causa está apenas a utilização da vacina CoronaVac (uma das vacinas chinesas).

Já outro estudo, da New York University Grossman School of Medicine, indica que “as vacinas em uso permanecerão protetoras contra a variante Lambda“. De realçar que, nos Estados Unidos, as vacinas a serem usadas são Moderna, Pfizer e Janssen e diferentes vacinas podem ter eficácias diferentes.

Ainda assim, a OMS sublinhou que mais estudos são necessários para avaliar a eficácia da vacinação contra esta nova variante.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Há uma nova variante da Covid-19, possivelmente mais contagiosa. É a Lambda

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião