Biden quer mais cheques para aumentar a vacinação

  • ECO
  • 30 Julho 2021

Presidente dos EUA quer bónus em dinheiro para quem aceitar levar a vacina, procurando assim combater a resistência ao processo de vacinação contra a Covid-19.

Joe Biden quer que mais norte-americanos tenham a vacina contra o novo coronavírus. Depois de obrigar a que os funcionários públicos tenham prova da vacinação, defende agora que os estados norte-americanos avancem com cheques para premiar as pessoas que aceitem ser imunizadas contra a Covid-19.

De acordo com a Reuters (acesso condicionado), o presidente dos EUA quer bónus em dinheiro para quem aceitar levar a vacina, procurando assim combater alguma resistência dos norte-americanos à toma desta solução que já demonstrou ser eficaz na redução dos efeitos do vírus.

Com esta medida, Biden pretende aumentar a imunidade da população numa altura em que os EUA receiam um aumento de novos casos de contágio pela variante Delta, que já é predominante na Europa. Pode evitar a pressão sobre os serviços de saúde, mas também permitir que a economia continue a recuperar de forma expressiva.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Biden quer mais cheques para aumentar a vacinação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião