Cursos de “excelência” só abrem 1/3 das vagas extra permitidas pelo Governo

  • ECO
  • 31 Julho 2021

Os cursos do ensino superior mais concorridos pelos alunos com médias mais elevadas só abriram um terço das vagas adicionais que podiam ter sido adicionadas. Fica aquém da expectativa do Governo.

Pelo terceiro ano consecutivo, o Governo queria que as instituições de ensino superior aumentassem “no maior número possível”, com um limite de 15%, as vagas nos cursos mais procurados pelos alunos com médias mais elevadas. Mas só abriu, efetivamente, um terço das vagas adicionais que podiam ter sido criadas, noticia o Público (acesso condicionado).

O jornal calculou que existiam 627 lugares que podiam ter sido adicionados, mas aponta que, destes, as instituições de ensino superior apenas abriram 238 lugares extra. O número fica, por isso, aquém do que era a expectativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, tutelado pelo ministro Manuel Heitor.

Segundo o jornal, o principal motivo para esta divergência entre a expectativa e a realidade prende-se com o reforço feito nos anos anteriores. As universidades dizem agora já não ter capacidade para acolher mais alunos.

Em entrevista à TSF, Manuel Heitor disse, face a esta informação, haver “respeito absoluto pela autonomia das instituições”. “Sabemos que há mais vagas do que candidatos, por isso também é uma questão de opção para cada um dos estudantes”, explicou, salientando que quer que os alunos “possam escolher o curso que preferem” em função do mérito.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Cursos de “excelência” só abrem 1/3 das vagas extra permitidas pelo Governo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião