Já há 461 farmácias com testes à Covid comparticipados pelo Estado. Veja a lista

Há, atualmente, 461 farmácias e 106 laboratórios que realizam testes rápidos de antigénio comparticipados pelo Estado. Veja a lista de farmácias abrangidas pela medida.

O Infarmed publicou esta segunda-feira uma nova atualização à lista das farmácias e laboratórios que disponibilizam testes rápidos de antigénio comparticipados pelo Estado. Atualmente, há já 461 farmácias e 106 laboratórios abrangidos por esta medida.

A 1 de julho os testes rápidos de antigénio à Covid-19 passaram a ser comparticipados a 100% pelo Estado. Esta medida, que foi prologada até ao final de agosto, prevê que sejam realizados, no máximo, quatro testes por mês nas farmácias ou laboratórios aderentes, sendo que este regime excecional não se aplica aos utentes com o esquema vacinal completo há pelo menos 14 dias, às pessoas que contraíram a infeção há menos de 180 dias e aos menores de 12 anos.

Assim, de acordo com a informação disponibilizada no site do regulador do medicamento, há já 461 farmácias e 106 laboratórios onde pode realizar testes à Covid comparticipados pelo Estado. Isto significa que no espaço de um mês, há mais 315 farmácias que aderiram à iniciativa, já que no início o programa contava com apenas 146 farmácias aderentes. Ou seja, um número três vezes superior.

A lista completa de farmácias e laboratórios abrangidos por esta comparticipação pode ser consultada no site do Infarmed (ver lista abaixo) e nela constam várias informações, como a morada, a localidade, o distrito e concelho de cada estabelecimento. Além disso, o regulador disponibiliza agora um mapa interativo onde cada cidadão podem pesquisar as farmácias e laboratórios com testes comparticipados por distrito e concelho.

O objetivo desta medida passa por incentivar a testagem em massa da população, numa altura em que rápida disseminação da variante Delta tem levado a um aumento do número de infeções em Portugal nos últimos meses. Além disso, com o levantamento das restrições, o Governo decidiu alargar a exigência de apresentação de certificado digital ou teste negativo à Covid-19 a mais setores, como ginásios, para aulas de grupo; termas e spas; casinos e bingos; e eventos culturais, desportivos ou corporativos com mais de 1.000 pessoas (em ambiente aberto) ou 500 pessoas (em ambiente fechado) e casamentos e batizados com mais de 10 pessoas.

Além disso, mantém-se a utilização do certificado digital (ou o teste negativo) para as viagens por via aérea ou marítima, para o acesso aos estabelecimentos turísticos e alojamento local e para os restaurantes (neste último caso para acesso ao interior destes espaços a partir das 19h de sexta-feira e durante todo o dia aos fins de semana e feriados).

Veja a lista de farmácias com testes comparticipados pelo Estado:

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Já há 461 farmácias com testes à Covid comparticipados pelo Estado. Veja a lista

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião