Estado vai tornar-se no único acionista da TAP até ao final do ano

  • ECO
  • 4 Agosto 2021

O Estado vai aplicar um total de 2.726 milhões de euros em dinheiro público no capital da companhia aérea até 2022.

O Estado português vai passar a ser o único acionista da TAP, depois de uma operação para limpar os prejuízos que ocorrerá ainda este ano que irá envolver acionistas privados, pequenos investidores e trabalhadores. O plano implica ainda a aplicação total de 2.726 milhões de euros de dinheiro público no capital da companhia aérea, avança o Público (acesso condicionado).

De acordo com o documento da Comissão Europeia, datado de 16 de julho, o Governo português notificou Bruxelas, no dia 10 de Junho deste ano, de que pretendia aplicar 3.200 milhões de euros na companhia, valor que já inclui os 1.200 milhões emprestados à TAP no ano passado. Desses 3.200 milhões de euros, 2.726 milhões seriam aplicados “através de medidas de capital ou quase capital”, entre este ano e o ano que vem.

O valor divide-se em 1.200 milhões do empréstimo já concedido ao grupo em 2020, que será convertido em capital este ano, uma injecção ou garantia estatal a conceder no segundo semestre deste ano e que será convertível em capital em junho de 2022 (se não for logo aplicada), e uma outra injecção a realizar no mesmo ano. Os valores de cada operação não foram revelados.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Estado vai tornar-se no único acionista da TAP até ao final do ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião