Roca vende divisão de cerâmica ao grupo mexicano Lamosa por 219 milhões

A transação inclui duas fábricas no Brasil, localizadas em Campo Largo e São Mateus do Sul, bem como a fábrica espanhola Cerâmicas Belcaire.

O grupo Roca, que se dedica à produção e comercialização de produtos para espaços de banho, vendeu a sua divisão de cerâmica ao grupo mexicano Lamosa por 260 milhões de dólares (219 milhões de euros). A transação inclui duas fábricas no Brasil, localizadas em Campo Largo e São Mateus do Sul, bem como a fábrica espanhola Cerâmicas Belcaire.

As três fábricas, cuja produção de cerâmica plana alcançou, no total, os 23,4 milhões de metros quadrados em 2020, exportam para todo o mundo, sendo os principais mercados os Estados Unidos da América, Brasil e Espanha.

“No Grupo Roca, estamos muito satisfeitos por a nossa divisão de cerâmica plana ser adquirida pelo Grupo Lamosa, uma empresa industrial líder de grande prestígio neste setor de atividade que é o seu core business, com uma complementaridade geográfica total e com planos para o futuro promissores para este negócio”, explica Albert Magrans, CEO do Grupo Roca, citado em comunicado.

O Grupo Lamosa dedica-se ao fabrico e comercialização de revestimentos e adesivos cerâmicos, conta com vendas superiores a mil milhões de dólares (843 mil milhões de euros) e com presença assídua no continente americano. Este grupo conta com uma história de mais de 130 anos no setor dos materiais para construção.

Para o CEO e presidente do Grupo Lamosa, Federico Toussaint, esta operação “potencia ainda mais a forte presença do Grupo Lamosa no continente americano, onde já opera em vários países, e permite a sua expansão para a Europa”.

Esta operação enquadra-se na estratégia do Grupo Roca de reforçar o seu posicionamento no segmento de espaços de banho, em linha com as operações corporativas realizadas este ano. Em janeiro, o Grupo Roca adquiriu 75% do Grupo Royo, criando, assim, um dos líderes mundiais em móveis para espaços de banho, e incorporou uma fábrica de loiça sanitária no nordeste do Brasil, para suprir o aumento da procura nesta região e fortalecer a sua presença na América Central e América do Norte.

Recentemente, adquiriu também a empresa alemã Sanit, um dos fornecedores líderes na Europa de sistemas de instalação em parede e componentes de montagem de espaços de banho.

O Grupo Roca fechou o exercício de 2020 com uma faturação de 1.684 milhões de euros, o que representa menos 9,5% em relação a 2019. Em contrapartida, o grupo mexicano apresentou receitas no valor de 1.063 milhões de dólares (últimos 12 meses, com fecho a junho de 2021), com um crescimento de 14% em relação ao ano anterior. A compra da divisão de cerâmica plana do Grupo Roca permitirá aumentar os resultados consolidados do Grupo Lamosa em aproximadamente 20%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Roca vende divisão de cerâmica ao grupo mexicano Lamosa por 219 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião