Biden chama “gigantes” à Casa Branca para discutir cibersegurança

Líderes de grandes empresas privadas, como "big tech" e bancos, vão participar numa cimeira com o presidente Joe Biden esta quarta-feira. Cibersegurança na mesa, face às ameaças da China e Rússia.

O presidente dos EUA convocou uma cimeira com os líderes de grandes empresas norte-americanas para discutir o reforço da cibersegurança no país. Joe Biden deverá receber esta quarta-feira, na Casa Branca, presidentes executivos das principais empresas de tecnologia, dos bancos e de outras instituições do setor financeiro.

São esperados neste encontro os CEO da Amazon, Andy Jassy; da Microsoft, Satya Nadella; da Alphabet (dona da Google), Sundar Pichai; e da Apple, Tim Cook, que completou na terça-feira dez anos no cargo. Além destes, deverão participar também Jamie Dimon, CEO do banco JPMorgan Chase, e Brian Moynihan, CEO do Bank of America.

Esta é a primeira reunião de Biden com responsáveis do setor privado para discutir temas relacionados com a cibersegurança, numa altura em que aumentam as ameaças da China e da Rússia. Para a nova Administração, garantir a cibersegurança é uma “responsabilidade partilhada”, pelo que está em cima da mesa a implementação padrões de segurança obrigatórios para empresas que façam a gestão de infraestruturas críticas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Biden chama “gigantes” à Casa Branca para discutir cibersegurança

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião