Jackson Hole deixa bolsas em espera no arranque da sessão

Presidente da Fed vai discursar na conferência de Jackson Hole. Analistas não esperam grandes anúncios mas pode haver surpresas. Bolsas europeias arrancam sessão em modo de espera.

A última sessão da semana arrancou com as bolsas europeias em modo de espera. Os investidores aguardam o discurso do presidente da Reserva Federal americana na conferência de Jackson Hole. Lisboa também começou o dia sem grandes variações.

O PSI-20, o principal índice português, desliza 0,02%, para 5.330,48 pontos, acompanho de perto as evoluções registadas pelos pares europeus. Stoxx 600, DAX-30, Ibex-35, CAC-40, todos estes índices perdem também cerca de 0,1%.

A explicar este desempenho flat está o facto de muitos investidores estarem à espera do que irá dizer Jerome Powell sobre o início da retirada dos estímulos nos EUA. O presidente da Fed discursa esta sexta-feira (15h00 em Lisboa) na conferência de Jackson Hole, mas os analistas não esperam grandes anúncios.

Por cá, com a bolsa no limbo, REN, Mota-Engil e Semapa são as cotadas que registam as maiores perdas, acima de 0,3%. EDP e EDP Renováveis também marcam passo, com as ações a cederam cerca de 0,2%.

A contrabalançar e a conter as perdas em Lisboa está o trio composto por Galp, BCP e Jerónimo Martins: a petrolífera sobe 0,31%, enquanto o banco e a retalhista ganham ambos 0,23%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Jackson Hole deixa bolsas em espera no arranque da sessão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião