Portugal abaixo da média da UE no número de alunos por professor no ensino primário

  • Joana Abrantes Gomes
  • 7 Setembro 2021

Em 2019, Portugal tinha, em média, 12,3 alunos por professor no ensino primário, uma descida ligeira face a 2018 (12,4). O rácio nacional ficou abaixo do da União Europeia, que foi de 13,5.

Em 2019, Portugal tinha, em média, 12,3 alunos por professor no ensino primário, uma descida ligeira face a 2018 (12,4). O rácio nacional foi melhor que o da União Europeia (UE), que registou um número médio de alunos por professor no nível primário de 13,5, segundo revelam os dados divulgados esta terça-feira pelo Eurostat. Portugal ficou atrás de apenas nove países membros da UE.

A descida registada a nível nacional é equivalente à registada ao nível da UE, cujo número médio de alunos por professor no ensino primário havia sido de 13,6 em 2018. A Grécia (8,7), o Luxemburgo (9,0) e a Polónia (9,6) foram os Estados-membros do bloco comunitário que registaram os rácios mais baixos.

Pelo contrário, o número médio de alunos por professor no nível primário foi mais alto na Roménia (19,4), seguindo-se a França e a República Checa, com 18,8 e 18,7, respetivamente.

No conjunto do bloco comunitário, existiam quase dois milhões de professores (85% mulheres, 15% homens) e quase 24,5 milhões de alunos ao nível do ensino primário no ano de 2019. As crianças entram normalmente em programas do ensino primário entre os 5 e os 7 anos de idade.

Os programas do nível primário destinam-se a oferecer às crianças uma sólida educação básica em leitura, escrita e matemática, juntamente com uma compreensão elementar de outras disciplinas como história, geografia, ciências naturais e sociais, arte e música.

O Eurostat alerta que “o rácio aluno-professor não deve ser confundido com o tamanho médio das turmas, pois não tem em conta casos especiais, como pequenos grupos de alunos com necessidades especiais ou áreas temáticas específicas, ou a diferença entre o número de horas de ensino fornecidas pelos professores e o número de horas de instrução prescritas para os alunos”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal abaixo da média da UE no número de alunos por professor no ensino primário

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião