Startup Lisboa lança 4.ª edição do From Start-to-Table. Cria laboratório de dados abertos em parceria com a Zomato

A grande novidade desta edição é que, em parceira com a Zomato, a incubadora de empresas vai criar o primeiro laboratório de dados abertos do setor.

O programa de aceleração da Startup Lisboa para negócios ligados ao ecossistema da restauração, chamado “From Start-to-Table”, está de volta para a sua quarta edição. Desta vez, a grande novidade é que, em parceira com a Zomato, a incubadora de empresas vai criar o primeiro laboratório de dados abertos do setor.

Trata-se de um “laboratório dinâmico”, que “permitirá aos participantes o acesso privilegiado à informação do mercado da restauração”, lê-se em comunicado. O Zomato vai permitir aos empreendedores do programa identificar de forma mais rápida algumas tendências do setor e disponibilizar uma série de métricas muito relevantes, referentes ao comportamento de um universo de 40 mil restaurantes e de mais de um milhão de utilizadores da app há mais de sete anos no mercado.

A plataforma de procura de restaurantes disponibilizará um conjunto de sessões temáticas para a restauração do futuro, nomeadamente a nível de reservas, entregas, comunicação e fidelização no contexto digital. Além disso, a equipa da Zomato vai acompanhar as equipas e respetivos processos em tempo real através de sessões one-on-one com os participantes.

Esta será a quarta edição do programa que, desde 2018, já acelerou mais de 70 projetos inovadores em duas grandes categorias: tecnologia para restauração e novos conceitos de restauração e produtos de food & beverage sustentáveis. As candidaturas estão abertas até ao dia 3 de outubro no site do programa e os vencedores de cada uma das categorias ganham 10 mil euros.

Podem candidatar-se ao “From Start-to-Table” pessoas ou empresas (constituídas há menos de cinco anos), portuguesas ou estrangeiras, que tenham um projeto de tecnologia para a restauração ou novos conceitos — sejam eles de restauração ou produtos — alinhados com objetivos de sustentabilidade.

Ao longo de oito semanas, os empreendedores dos projetos selecionados vão trabalhar na prototipagem e validação do seu produto e terão também acesso a especialistas, mentores e investidores do setor. Entre estes estão representantes de players centrais do ecossistema da restauração em Portugal, como é o caso da Delta Cafés, Sociedade Central de Cervejas e a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal. O programa conta com o apoio do Turismo de Portugal, bem como do Hotel Marriot. Este ano, junta-se ao programa a Zomato Portugal, como data partner, e a Host como bronze partner.

Ao longo das três últimas edições, o programa contou já com mais de 350 candidaturas, de mais de 30 países, tendo sido responsável pela aceleração de mais de 70 projetos e negócios. Na última edição, o programa recebeu 115 candidaturas, tendo sido selecionados 24 finalistas, 63% das participações eram de empreendedores estrangeiros.

NoSho — uma aplicação que vem acabar com os no-shows — e Tiger & Bean — que tem como missão criar alternativas mais saudáveis de produtos como o chocolate em pó e leite com chocolate, utilizando a junça — foram os vencedores da edição de 2020.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Startup Lisboa lança 4.ª edição do From Start-to-Table. Cria laboratório de dados abertos em parceria com a Zomato

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião