CCA associa-se às Nações Unidas na igualdade de género

A sociedade de Advogados CCA, através do CCA ON, o seu Centro de Conhecimento e Inovação, associou-se às Nações Unidas através da assinatura do Women’s Empowerment Principles (WEP).

A CCA, através do CCA ON, o seu Centro de Conhecimento e Inovação, associou-se às Nações Unidas através da assinatura do Women’s Empowerment Principles (WEP), uma iniciativa conjunta do United Nations Global Compact e do United Nations Development Fund for Women que visa o fortalecimento do papel das mulheres no local de trabalho, no mercado e na comunidade. A CCA surge, assim, como a 25ª empresa em Portugal a assinar este compromisso, num universo de 1200 entidades em todo o mundo.

Para Rita Cruz, Presidente do CCA ON e sócia da CCA, “é absolutamente essencial criar condições de trabalho para garantir que todos, mulheres e homens, se possam desenvolver e realizar profissionalmente. E o desafio passa não só por manter um equilíbrio entre a percentagem de homens e mulheres que connosco colaboram – o que permite efetivamente retirar o que cada um tem de melhor – mas, e sobretudo, criar condições iguais de formação e de progressão. Situações em que as mulheres (ou mesmo os homens) têm que optar entre o exercício pleno da sua profissão e a vida pessoal, devem ser absolutamente excecionais. É evidente que muitas coisas na sociedade em geral têm que mudar, mas se cada um de nós, se cada empresa der o seu contributo, acredito que poderemos acelerar essa mudança, os hábitos e os preconceitos. Na CCA, estamos convictos de que a igualdade de oportunidades e a diversidade são elementos essenciais para o sucesso e para a retenção de talento.”

Na CCA, 66% da equipa são mulheres, sendo que 52% se encontram em cargos de gestão e 47% no Conselho de Administração, o que revela a aposta da sociedade na criação de condições que promovam a igualdade, a inclusão e o bem-estar, sendo estes eixos fundamentais na política de gestão de pessoas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CCA associa-se às Nações Unidas na igualdade de género

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião