Ter todos os “streamings” pode custar 30,95 euros por mês

Um consumidor consegue aceder às principais plataformas internacionais presentes em Portugal por 30,95 euros. Norte-americanos pagam mais 11% pelo mesmo conjunto de serviços.

Com 30 euros por mês, mais alguns cêntimos, um consumidor português consegue assinar os cinco principais serviços de streaming do mercado. Os cálculos do ECO mostram que, para se ter acesso aos principais catálogos de filmes e séries, o preço mínimo é de 30,95 euros, assumindo apenas os planos base destas empresas.

Este montante tem em conta os 7,99 euros que custam a assinatura básica da Netflix, líder de mercado, mais os 4,99 euros da mensalidade da HBO Portugal, 8,99 euros da Disney+, 3,99 euros do Amazon Prime Video e 4,99 euros da Apple TV+. E ignora os períodos experimentais gratuitos oferecidos por várias destas empresas.

Pelo mesmo conjunto de serviços, um cidadão norte-americano paga mais 11%, embora também tenha acesso a mais títulos nos catálogos. Os serviços homólogos no maior mercado do mundo custam, por mês, 40,96 dólares, o equivalente a 34,87 euros, valor que tem em conta a assinatura da Netflix, HBO Max, Disney+, Prime Video e Apple TV+.

Um português que pretenda juntar a este conjunto de serviços as plataformas de ADN português, terá de desembolsar mais uma nota de 10 e ser cliente da Nos. Em causa, os 3,99 euros da mensalidade da plataforma da SIC, a Opto, mais os 7,5 euros da mensalidade do Nos Play, a plataforma de streaming exclusiva para clientes daquela operadora. Fica a 42,44 euros mensais.

Difícil será arranjar tempo para ver todos os títulos disponíveis. Só os conteúdos a que 30 euros dão acesso representam milhares — senão milhões — de horas de vídeo. Um sinal claro do “aquecer” deste mercado no país, numa altura em que Portugal se prepara para receber mais uma plataforma de streaming, a SkyShowcase, que juntará conteúdos de plataformas internacionais, como o Peacock.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Ter todos os “streamings” pode custar 30,95 euros por mês

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião