Fuel reorganiza. Jorge Teixeira está de saída da direção criativa da agência do Continente

Depois de em junho João Madeira e Pedro Santana terem assumido a coliderança da Fuel, a agência do grupo Havas passou por um período de reorganização que agora se conclui.

Pedro Santana e João Madeira

A Fuel acaba de anunciar uma reorganização das suas equipas de gestão de contas e criativas. Jorge Teixeira, desde 2018 um dos diretores criativos da agência do Continente e da Worten, está de saída. João Madeira, desde junho coCEO com Pedro Santana da Fuel, assume a direção criativa de todas as contas.

“Procuramos criar uma equipa sólida e motivada, com pessoas que se sintam orgulhosas do trabalho que fazemos. Isso inclui agência e clientes, claro”, diz João Madeira, justifica o coCEO em nota de imprensa. “A nossa visão é juntar o melhor de dois mundos: o músculo de uma multinacional, com acesso a estudos e ferramentas de nível internacional, e a energia de uma agência nacional e independente, que trabalha de forma próxima e em constante parceria com as marcas”, defende.

Depois de em junho João Madeira e Pedro Santana terem assumido a coliderança da Fuel, a agência do grupo Havas passou por um período de reorganização que agora se conclui.

No departamento criativo, Jorge Teixeira, um dos diretores criativos da agência desde 2018, está de saída e João Madeira assume a direção criativa de todas as contas, informa a agência.

Foram ainda criadas duas duplas de supervisão criativa: Rita Carmo e Ruben Santos, que já faziam parte da equipa, e André Pereira e Ruben Rodrigues, ex-Wunderman Thompson, que regressam à Fuel após dois anos.

No departamento de contacto, Catarina Bleck e Inês Marques foram promovidas a diretoras das contas até aqui a cargo de Pedro Santana, que subiu em junho a coCEO. Em breve, a Fuel espera “reforçar o departamento de Estratégia”, informa.

A Fuel foi considerada a terceira melhor agência para se trabalhar, num estudo recente realizado pela Scopen. “O resultado deixa-nos muito felizes, como é óbvio, não só pela classificação, mas também por ser a posição mais elevada de todas as multinacionais. Incentiva-nos a fazer mais e melhor. Esperamos corresponder às expetativas do mercado e, principalmente, da nossa equipa”, comenta Pedro Santana.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fuel reorganiza. Jorge Teixeira está de saída da direção criativa da agência do Continente

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião