Depois da Caixa, BCP também avança com emissão de dívida sustentável

Mercado mostrou apetite pela dívida sustentável da Caixa há duas semanas e agora é o BCP que também faz a estreia neste mercado. Banco liderado por Miguel Maya já está a contactar investidores.

Depois da Caixa Geral de Depósitos (CGD) ter aberto a porta há duas semanas, agora é o BCP BCP 0,00% que está no mercado a preparar uma emissão de dívida sustentável, segundo adianta a Bloomberg, citada pelo Jornal de Negócios (acesso livre).

O banco liderado por Miguel Maya contratou seis bancos de investimento para fazer o contacto com os investidores na Europa, com a perspetiva de sondar o interesse por títulos de dívida sénior. O roadshow já está em andamento desde esta segunda-feira, com a operação a ser assessorada pelo Barclays, Credit Agricole, JPMorgan, Millennium BCP, Natixis e Unicredit. Os títulos sustentáveis vão contar um “rating” de Ba1, BB e BBBL pela Moody’s, Fitch e DBRS, respetivamente.

O BCP é assim o segundo banco português a estrear-se no mercado de dívida sustentável, um título de dívida que vai financiar projetos sociais (recuperação da Covid-19, microcrédito, PME de regiões desfavorecidas) e amigos do ambiente (eficiência energética, mobilidade sustentável, economia circular ou gestão sustentável de recursos hídricos e resíduos), de acordo com uma apresentação do banco.

Ainda há duas semanas a Caixa emitiu 500 milhões em títulos a seis anos com uma taxa de 0,375%, o juro mais baixo de sempre para o banco público. A operação vai permitir a Paulo Macedo avançar com a recompra dos títulos AT1, emitidos em 2017 no âmbito do processo de recapitalização e pelos quais paga juros de mais de 40 milhões por ano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Depois da Caixa, BCP também avança com emissão de dívida sustentável

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião