BE diz que “Governo ainda não deu nenhum passo negocial” para o OE2022

Catarina Martins reitera que o BE mantém a "vontade" e "disponibilidade" para negociar o Orçamento do Estado, mas diz que o "Governo ainda não deu nenhum passo negocial".

Catarina Martins reitera que o Bloco de Esquerda (BE) mantém a “vontade” e “disponibilidade” para negociar o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), no entanto, assegura que o “Governo ainda não deu nenhum passo negocial”.

“O BE tem vontade e disponibilidade para que haja um orçamento que responda às necessidade do país“, disse a coordenadora do BE, à saída da audiência com o Presidente da República, em declarações transmitidas pela RTP3.

Nesse sentido, a líder bloquista diz que transmitiu essa “vontade” e “disponibilidade” ao Chefe de Estado e que reduziu as exigências do BE “a nove propostas em três áreas diferentes: o trabalho, a saúde e a Segurança Social”, por forma a “facilitar o processo negocial”.

Não obstante, Catarina Martins diz que “o Governo ainda não deu nenhum passo negocial”, apesar de sublinhar que “ainda tem tempo para dar esses passos”. “Um governo minoritário tem que negociar e nós esperamos que o Governo o faça”, sinaliza.

Em resposta às declarações do primeiro-ministro, que tinha referido esta sexta-feira que a aprovação do OE não se prende com questões formais, apesar de não ter excluído um “acordo escrito” (tal havia sido pedido pelo BE), Catarina Martins assegura ainda que o partido “não se prende com questões formais”, mais deixa o aviso: o BE quer “é que o acordado tenha uma redação concreta no Orçamento do Estado”, para que “a que depois haja uma execução daquilo que é aprovado”, acrescentou.

Questionada sobre se o país está mais próximo de ter eleições antecipadas, a bloquista assegura que “não há nenhuma razão para o país não ter um Orçamento do Estado aprovado”.

Na perspetiva de Catarina Martins “basta o Governo ter vontade de negociar o Orçamento do Estado em matérias que são muito simples, muitas delas sem nenhum impacto orçamental e que são fundamentais para o país”, concluiu.

(Notícia atualizada pela última vez às 21h32)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

BE diz que “Governo ainda não deu nenhum passo negocial” para o OE2022

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião