Abrandamento chinês e receios sobre inflação pressionam Wall Street

Economia chinesa cresceu ao ritmo mais lento do último ano no terceiro trimestre. Subida dos preços do petróleo aumenta receios de inflação. Wall Street abre semana em baixa.

Os principais índices bolsistas de Nova Iorque abriram a semana em baixa, penalizados pelo abrandamento económico na China e perante os receios do impacto da alta dos preços do petróleo na inflação.

O S&P 500 cede 0,36%, para 4.455,07 pontos, ao mesmo tempo que o industrial Dow Jones e o tecnológico Nasdaq recuam 0,41% e 0,42%, respetivamente.

A China revelou esta segunda-feira que a economia cresceu ao ritmo mais lento do último ano no terceiro trimestre, pressionada pela crise energética e pela turbulência no setor imobiliário.

“Há alguns dados fracos da China, que são uma preocupação a nível global. Depois, os investidores chegaram a esta temporada de resultados pouco confiantes, mas os bancos superaram dramaticamente as expectativas”, analisou Thomas Hayes, gestor da Great Hill, citado pela Reuters.

O setor das tecnológicas perde gás esta segunda-feira, com a Amazon, Alphabet (Google), Microsoft e Intel a caírem entre 0,1% e 1%.

A Apple também está em queda, cedendo 0,79%, para 143,73 dólares, no dia em que é esperado que apresente novos MacBooks Pro com processadores mais poderosos.

Do lado dos ganhos, as petrolíferas Exxon Mobil e Chevron valorizam 0,31% e 0,38%, num dia em que o barril de Brent atingiu o valor mais elevado desde outubro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Abrandamento chinês e receios sobre inflação pressionam Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião