Sucesso da COP26 depende de mais ambição e “livro de regras” completo, diz Matos Fernandes

  • Lusa
  • 10 Novembro 2021

O governante salientou que os compromissos até agora assumidos pelos signatários do acordo em termos de redução de emissões "não chegam e não são suficientemente rápidos".

O ministro do Ambiente e Ação Climática defendeu que a cimeira do clima da ONU (COP26) só terá sucesso se sair um “livro de regras” completo e mais ambição e ações concretas para aplicar o Acordo de Paris para conter as alterações climáticas.

Intervindo no plenário do segundo segmento de alto nível da conferência, que decorre em Glasgow, João Pedro Matos Fernandes afirmou que esse é “o único resultado aceitável”.

O governante salientou que os compromissos até agora assumidos pelos signatários do acordo em termos de redução de emissões “não chegam e não são suficientemente rápidos”, porque a continuar assim, no fim do século a temperatura global aumentará 2,7 graus em relação ao que se verificava na era pré-industrial, longe de 1,5 graus, a meta de Paris.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sucesso da COP26 depende de mais ambição e “livro de regras” completo, diz Matos Fernandes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião