Lisboa no verde com EDP Renováveis a disparar 4%

Elétrica nacional subiu quase 4% e manteve Lisboa nos ganhos, ajudada pela EDP. BCP impediu ganho mais acentuado do índice.

A bolsa de Lisboa encerrou em terreno positivo, impulsionada pela EDP Renováveis, que disparou quase 4%. A ajudar a este desempenho estiveram as restantes cotadas do setor energético. Contudo, pelo contrário, o BCP travou uma subida mais acentuada do índice. Lisboa acompanhou, assim, a tendência positiva que se vive nas restantes praças europeias.

O PSI-20 avançou 0,69% para 5.560,44 pontos, com apenas seis cotadas no vermelho e duas inalteradas. O maior destaque desta sessão foram os títulos da EDP Renováveis, que somaram 3,85% para 22,68 euros. Este desempenho acontece no dia em que a elétrica nacional inaugurou o primeiro projeto na Grécia — o parque eólico Livadi –, que será capaz de gerar 100 GWh de energia por ano.

O resto do setor energético também ajudou o índice. A EDP valorizou 2,24% para 4,923 euros, beneficiando da mesma notícia da elétrica “irmã”, enquanto a Galp Energia subiu 0,11% para 8,814 euros.

Ainda nas subidas, destaque para as ações das papeleiras. A Semapa cresceu 1,02% para 11,84 euros, acompanhada pela Navigator que avançou 0,88% para 3,226 euros e pela Altri que subiu 0,99% para 5,08 euros.

No lado oposto, a travar uma subida mais acentuada do índice, esteve o BCP que recuou 0,2% para 0,149 euros, acompanhado pelos CTT que caíram 1,99% para 4,22 euros. Destaque ainda para a Nos que desvalorizou 1,22% para 3,398 euros.

Lisboa acompanhou, assim, a tendência positiva que se vive no resto da Europa, no dia em que o índice de referência, Stoxx-600, valorizou 0,42% para 481,72 pontos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa no verde com EDP Renováveis a disparar 4%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião