Máscaras voltam a ser obrigatórias em espaços fechados

O Governo decidiu que as máscaras passam a ser obrigatórias em todos os locais fechados que não seja excecionados pela DGS. Uma tentativa de controlar a evolução da pandemia.

O Governo anunciou esta quinta-feira, em Conselho de Ministros, novas medidas para travar a evolução da pandemia numa altura em que Portugal regista mais de três mil casos diários por Covid-19. Entre as medidas está a obrigatoriedade do uso de máscara em espaços fechados e em recintos não excecionados pela Direção Geral da Saúde (DGS).

“As máscaras passam a ser obrigatórias em todos os espaços fechados que não sejam excecionados pela DGS. A regra é, em todos os espaços fechados devemos estar de máscara, salvo indicação em contrário da Direção Geral da Saúde”, adianta o primeiro-ministro.

O regresso da máscara obrigatória em espaços fechados foi uma das medidas defendidas pela grande maioria dos partidos políticos ouvidos pelo primeiro-ministro, António Costa, ao longo de dois dias.

O PS vai apresentar um projeto de lei para abrir a porta ao regresso do uso de máscara na rua, propondo que o Governo fique habilitado a decretar esse uso sem necessidade de aprovação pelo parlamento.

Já o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, defendeu a semana passada que devia ser reposto o uso obrigatório de máscara na rua. Questionado sobre a medida, o Chefe de Estado respondeu: “Isso, claro, é evidente”.

Depois de 318 dias de obrigatoriedade, o uso de máscara no exterior deixou de ser obrigatório a partir de 13 de setembro, passando a ser facultativo e recomendado em algumas situações, como os aglomerados de pessoas. Passados dez dias, caiu a obrigatoriedade de usar máscaras no comércio local.

Com Portugal a enfrentar a quinta vaga de Covid-19 e o número de infeções e mortes a aumentar diariamente, o Governo voltou a impor o uso de máscara obrigatória em espaços fechados. Uma estratégia por parte do Executivo para travar a evolução da pandemia.

(Notícia atualizada às 17h48 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Máscaras voltam a ser obrigatórias em espaços fechados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião