Wall Street recupera após perdas motivadas pela nova variante

O S&P 500 e o Nasdaq ganham mais de 1%, na sessão desta quarta-feira. Isto depois do "tombo" provocado pela nova variante de coronavírus e pelo comentário de Powell sobre inflação.

Os principais índices dos mercados norte-americanos arrancaram a terceira sessão da semana em “terreno positivo“, depois de, na terça-feira, terem registados perdas por causa do comentário feito pelo presidente da Reserva Federal dos Estados Unidos sobre a inflação e dos receios em torno da nova variante do coronavírus, a Ómicron.

O índice de referência em Wall Street, o S&P 500, abriu a subir 1,39% para 4.630,49 pontos. Também no “verde”, o tecnológico Nasdaq soma 1,42% para 15.758,54 pontos e o industrial Dow Jones valoriza 0,95% para 34.810,78 pontos.

Na terça-feira, o presidente da Fed, Jerome Powell, disse que a inflação não será, provavelmente, tão transitória quanto se julgaria, tendo deixado os investidores preocupados. A esse comentário juntaram-se os receios em torno da nova variante do coronavírus e o resultado foi a queda dos mercados. Já esta quarta-feira estão recuperar.

Nesta sessão, destaque para as tecnológicas. Os títulos da Amazon somam 0,85% para 3.536,73 dólares, os da Apple sobem 1,6% para 167,95 dólares, os da Tesla ganham 0,89% para 1.154,91 dólares, os da Alphabet valorizam 2,47% para 2.907,91 dólares, os da Microsoft crescem 1,29% para 334,84 dólares e os da Meta Platforms avançam 0,65% para 326,58 dólares.

Também em “terreno positivo”, estão as ações da Merck, que ganham 2,07% para 76,46 dólares, depois desta cotada ter visto aprovados os seus comprimidos para a Covid-19 por um painel de conselheiros da FDA, a agência reguladora do medicamento norte-americana.

Esta quarta-feira, os investidores estão também à espera do “Livro Bege” da Reserva Federal norte-americana sobre as atuais condições económicas, de modo a perceberem com mais profundidade a posição do banco central sobre a inflação.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street recupera após perdas motivadas pela nova variante

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião